Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Arte ao Redor Tatiane de Assis é repórter da Veja SP. Acredita que as artes visuais podem aproximar pessoas e descortinar novas facetas da vida.

Peça de teatro online ajuda mulheres que sofreram violência

Mulheres de Areia estreia nesta quinta (25) e parte da bilheteria será revertida para programa que restaura saúde bucal de vítimas

Por Redação VEJA São Paulo 25 mar 2021, 17h50

A peça Mulheres de Areia estreia nesta quinta-feira (25), às 19h30, em formato online. A direção é de Christiane Tricerri, que também integra o elenco, junto a Rubens Caribé, Lena Roque, Erica Montanheiro e Débora Santos. O texto, de 2011, é do dramaturgo mexicano Humberto Robles, que volta suas atenções para casos de feminicídio ocorridos em Juarez, uma das cidades mexicanas mais populosas, localizada na fronteira com os Estados Unidos.

Em sintonia com o tema abordado no espetáculo, parte da renda arrecadada com a bilheteria será revertida à ONG Turma do Bem, criadora do programa Apolônias do Bem, que oferece tratamento odontológico gratuito a mulheres vítimas de violência. A temporada de Mulheres de Areia segue até domingo (28), em duas sessões, às 19h30 e 20h. Os ingressos custam R$ 20,00 e podem ser adquiridos pelo Sympla.  Há cobrança de uma taxa módica de R$ 2,50 pela plataforma. 

Publicidade