Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 29 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Nova carta de vinhos do Arturito tem 62 rótulos abaixo de 100 reais

Bem, para quem se queixou que ainda não escrevi sobre vinhos (embora tenha falado sobre manzanilla tempos atrás), aqui está uma boa notícia. A chef Paola Carosella teve um bebê em setembro, mas não se descuida do filho mais velho, o Arturito. Ela acaba de inaugurar uma dupla de adegas para 800 garrafas no restaurante e oferece […]

Por Arnaldo Lorençato Atualizado em 27 fev 2017, 12h54 - Publicado em 4 nov 2011, 00h03

Nova carta de vinhos: 62 rótulos abaixo de 100 reais (Foto: Fernando Moraes)

Bem, para quem se queixou que ainda não escrevi sobre vinhos (embora tenha falado sobre manzanilla tempos atrás), aqui está uma boa notícia.

A chef Paola Carosella teve um bebê em setembro, mas não se descuida do filho mais velho, o Arturito. Ela acaba de inaugurar uma dupla de adegas para 800 garrafas no restaurante e oferece uma carta de vinhos mais atraentes da cidade. Elaborada pelo sommelier Edilando Silva em parceria com a própria Paola e o sócio Luis Morandi, a seleção de vinhos que estreou no dia 20 de outubro reúne 172 rótulos de 750 mililitros, dois quais mais de um terço tem preço abaixo de 100 reais.

“Pretendemos chegar aos duzentos rótulos em breve”, conta Paola. Para a estação quente se aproxima, entre um invernico e outro, ela recomenda dois brancos argentinos, o conhecido Escorilhuela Gascón Viogner, a 57 reais e Pulenta State Pinot Gris, a 73 reais. As escolhas de tintos incluem o português Altano (66 reais) e o chileno Leyda Reserve Syrah (53 reais).

Há também uma nova política para cobrança de taxa de rolha. A primeira garrafa sai por 42 reais, a segunda por 34 reais, a terceira por 26 reais e a quarta por 18 reais. Para melhorar, todo jantar de segunda não se cobra a taxa e de terça a sexta no almoço esse serviço também é uma cortesia. “É nossa forma de demonstrar o amor pelo vinho”, arremata a cozinheira.

+ Confira a seleção da nova carta com preços abaixo de 100 reais

Continua após a publicidade

Publicidade