Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Lina em Casa: Percursos

Resenha por Laura Ming

Encerra as comemorações do centenário de Lina Bo Bardi (1914-1992) uma exposição que deixa claro como o pensamento da arquiteta ítalo-brasileira se transformou, partindo de uma visão eurocêntrica, na qual os espaços de arte teriam função didática de difundir os pintores de seu continente, para a crença de que, ao contrário, eles deveriam incorporar a cultura local. Essa mudança de rumo pode ser observada em desenhos de mobiliário, projetos arquitetônicos e mostras que promoveu. Em cartaz na Casa de Vidro, residência no Morumbi que projetou em 1951 e na qual viveu até o fim da vida, Lina em Casa: Percursos reúne livros, vídeos com entrevistas e muitas fotos. Há, por exemplo, uma sequência de imagens feitas por ela no Nordeste, para onde viajou em busca de elementos regionais. Se as peças não chamam atenção pelo ineditismo, o programa é uma chance de conhecer um pouco mais dessa importante figura da arquitetura moderna, cujo projeto mais famoso é o desenho do Masp. Além, é claro, de ser uma oportunidade de entrar na Casa de Vidro, construção normalmente fechada ao público. Até 19/7/2015.