Inocência Roubada

Tipos de Gêneros dramáticos: Drama
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Miguel Barbieri Jr.

Inocência Roubada traz à tona uma história real, ocorrida com a diretora, roteirista e atriz Andréa Bescond. É um trauma: Andréa, que no filme virou Odette, foi abusada sexualmente por um amigo de seus pais, interpretado por Pierre Deladonchamps. Acima de qualquer suspeita, o criminoso, que era casado e pai de família, molestou a menina desde que ela tinha 8 anos. A trama, porém, concentra-se sobretudo no presente, com Odette na terapia, discutindo com a mãe (Karin Viard) e às voltas com um espetáculo de dança — de onde nasceu o roteiro. É importante abordar a pedofilia no cinema, mas, no gênero, o recente O Conto, da HBO, era mais incisivo. Aqui, a revolta da protagonista transforma-se mais num desabafo mais intimista e menos numa reação agressiva. Direção: Andréa Bescond e Eric Métayer (Les Chatouilles, França, 2018, 103min). 16 anos. Estreou em 18/7/2019.

    info
  • Direção: Andréa Bescond e Eric Métayer
  • Duração: 103 minutos
  • Recomendação: 16 anos
  • País: França
  • Ano: 2018
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s