File

VejaSP
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Tatiane de Assis

A 19ª edição do Festival Internacional de Linguagem Eletrônica (File), na Fiesp, acaba neste fim de semana. Entre as 242 obras, priorize a instalação Polytope (2015), de Ludmila Rodrigues, na qual o visitante articula uma estrutura de fibra de carbono com sensores que disparam música. Tangibles Worlds (à dir., 2017), da suíça Stella Speziali, também vale a pena por combinar estímulos táteis com imagens em 3D e assim embaralhar os sentidos. Até este domingo (12).

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s