Balada da Virgem — Em Nome de Deus

Tipos de Gêneros dramáticos: Dança
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Carolina Giovanelli

Após quase uma década nos bastidores, o bailarino Sandro Borelli protagoniza, dirige e coreografa a peça Balada da Virgem — Em Nome de Deus, que marca os vinte anos de sua companhia, a Carne Agonizante. O espetáculo baseia-se na saga da heroína francesa Joana d’Arc, com referências bastante sutis ao público. A montagem, por vezes, falha na tentativa de manter a atenção da plateia, um desafio principalmente para os solos. A trilha sonora, de Gustavo Domingues, e a iluminação, do próprio Borelli, são acertos (40min). Livre. Estreou em 19/4/2018. Até 20/5/2018.

    info
  • Direção: Sandro Borelli
  • Duração: 40 minutos
  • Recomendação: Livre
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s