Clique e assine por apenas 6,90/mês

Ausência

Tipos de Gêneros dramáticos: Drama
VejaSP:

Resenha por Miguel Barbieri Jr.

Assim como em A Casa de Alice (2007), o realizador Chico Teixeira, carioca radicado em São Paulo, tece uma delicada crônica sobre uma família de classe média baixa em seu novo filme. O protagonista, agora, é o paulistano Serginho (Matheus Fagundes), um rapaz de 15 anos que vira, prematuramente, “o homem da casa”. O pai abandonou sua mãe (Gilda Nomacce) e seu irmão mais novo. Para garantir parte do sustento, ele vende verduras na barraca do tio nas feiras. Tem um único amigo e uma atração por uma jovem japonesa. Seja por uma relação paterna, seja por uma paixão platônica de adolescente, Serginho começa a se aproximar de Ney (Irandhir Santos), um professor solitário mas com as rédeas da própria vida. Diretor e roteirista premiado no Festival de Gramado, Teixeira sabe ser hábil para expor confitos íntimos usando a sutileza e abrindo mão de questões polêmicas. Segue, assim, a linha de seu trabalho anterior: simples, enxuto, sensível e eficiente. Estreou em 26/11/2015.

    info
  • Direção: Chico Teixeira
  • Duração: 87 minutos
  • Recomendação: 12 anos
  • País: Brasil
  • Ano: 2014
Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.