Clique e assine por apenas 5,90/mês

Através da Iris

Tipos de Gêneros dramáticos: Documentário cênico
VejaSP:

Resenha por Dirceu Alves Jr.

O solo Através da Iris ganha a cena embalado em um relativo encantamento, capaz de alimentar um entusiasmo prévio na plateia. A personagem enfocada, a interessante Iris Apfel, de 97 anos, desafiou a discrição definida como elegância em seu tempo e virou referência de moda e decoração nos Estados Unidos. Para completar, ela é representada por Nathalia Timberg, uma atriz versada em imprimir sofisticação e inteligência nas mais singelas palavras. Apoiada pelo talento da intérprete, a diretora Maria Maya construiu uma encenação picotada, que, mesmo com um excesso de projeções, surge moderna e dialoga com o universo fashion. Não consegue disfarçar, porém, a fragilidade da dramaturgia elaborada por Cacau Hygino. O texto é estruturado como uma entrevista, recurso nada criativo, que enfileira declarações de impacto e depoimentos biográficos. Entre as poucas relevantes passagens estão aquelas em que a protagonista conta como se tornou uma das primeiras mulheres a usar calça jeans e o sofrimento diante da perda do marido, Carl Apfel. O brilho de Nathalia é inegável, mas não camufla a ausência de uma contextualização psicológica e social. Sai frustrado quem conhece Iris e também quem precisaria de mais base para entendê-la (50min). 12 anos. Estreou em 18/1/2019. (50min). 12 anos. Até 10/3/2018. Estreou em 18/1/2019.

 

 

    info
  • Direção: Maria Maya
  • Duração: 50 minutos
  • Recomendação: 12 anos
Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.