Animais de Hábitos Noturnos

Tipos de Gêneros dramáticos: Drama
VejaSP:
  • Direção: Robson Phoenix
  • Duração: 70 minutos
  • Recomendação: 18 anos

Resenha por Dirceu Alves Jr.

Um dos mais profícuos escritores das décadas de 70 e 80, o gaúcho Caio Fernando Abreu (1948-1996) volta e meia é objeto de inspiração para montagens teatrais. A maioria delas reforça a temática homossexual e, muitas vezes, limita as histórias produzidas pelo contista e romancista ao universo gay. No drama Animais de Hábitos Noturnos, o autor e diretor Robson Phoenix surpreende por trazer à tona um olhar mais amplo em relação aos textos de Abreu. Ele construiu uma dramaturgia estruturada em cenas curtas sem ordem cronológica, mas interligadas, para enfocar dois casais perdidos em andanças noturnas. Amor, solidão, desejo e autodestruição rondam a vida deles. Os atores André Fusko, Einat Falbel, Guilherme Gorski e Wanessa Morgado representam bem os personagens. Um destaque é um diálogo encenado em quatro versões. O quarteto protagoniza um interessante revezamento e, com segurança, envolve o espectador nessa ciranda contemporânea. Estreou em 4/12/2014. Até 16/10/2015.

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.