Alice – O Musical

Tipos de Estilos musicais: Infantil
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Bruna Ribeiro

O desafio de adaptar Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll, para o teatro pode ser um dos mais complicados. Isso porque a história da menina perdida em um mundo de fantasias em busca de um coelho branco é repleta de passagens surreais, como quando ela aumenta e diminui de tamanho. Essa missão foi vencida com sucesso em Alice — O Musical, com roteiro assinado por Max Oliveira, também diretor, e Alice Zamur, que vive a protagonista. No cenário, uma estante torna-se uma ótima e criativa solução para vários momentos do espetáculo, no qual Alice surge já adolescente. Ao iniciar a leitura de um livro em seu quarto, ela vê criaturas saindo do velho móvel. De lá, por exemplo, o chapeleiro maluco (Thiago Sak) puxa uma mesa e promove a louca festa do chá. O objeto também é o ponto principal de uma das passagens mais impressionantes do musical, quando pernas e braços infláveis saem das portinhas, representando o crescimento de Alice depois que ela toma uma poção. As músicas são executadas ao vivo pelo elenco, completado por Márcio Godoy e Adriano Tunes. Estreou em 5/10/2013. Até 25/11/2018.

    info
  • Direção: Max Oliveira
  • Duração: 60 minutos
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s