A Vida de Diane

Tipos de Gêneros dramáticos: Drama
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Miguel Barbieri Jr.

A falta de pretensão é uma das qualidades de A Vida de Diane, o primeiro longa de ficção do diretor Kent Jones, com produção de Martin Scorsese. Também roteirista, Jones acerta no registro singelo e verdadeiro da madura Diane (Mary Kay Place). Ela trabalha como voluntária em uma instituição, servindo refeições a desempregados. Tenta dividir seu tempo fazendo companhia à prima (Deirdre O’Connell) doente e supervisionando o dia a dia do filho, que passou por uma clínica de reabilitação, mas voltou às drogas. Para dar uma espairecida, ela desabafa com a única amiga e faz reuniões com os parentes — há uma ótima sequência em que, cansada de tudo, ela encara uma bebedeira sozinha num bar. Boa sacada, o roteiro, sutilmente, assinala as passagens do tempo por meio de mudanças e perdas. É vida como ela é. Direção: Kent Jones (Diane, EUA, 2018, 95min). 16 anos. Estreou em 9/5/2019.

    info
  • Direção: Kent Jones
  • Duração: 95 minutos
  • Recomendação: 16 anos
  • País: EUA
  • Ano: 2018
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s