Exposição

Dez motivos para visitar a mostra de Tim Burton

Com fila ou sem fila, depois desta lista você vai correr para a porta do MIS

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Tim Burton
Mostra abre nesta quinta (4) para público (Foto: Private collection. © 2010 Tim Burton)

Você foi um dos 50 000 precavidos que comprou o ingresso antecipado para a mostra O Mundo de Tim Burton, que abre na quinta (4/2)? Então cuidado para não estragar a surpresa. Esse post contém alguns "spoilers" dos melhores momentos da exposição. Mas se você está pensando em fugir das filas e deixar a exposição de lado, eis dez motivos que vão te fazer mudar de ideia. 

1 - Como a exposição simula o cérebro de Tim Burton, a primeira instalação imita uma sinapse: o contato entre os neurônios é simulado com luzes brilhantes e bonecos que são vistos por meios de flash. Vale a pena ver ao vivo e em cores!

2 - Um stop motion nunca realizado pelo cineasta, intitulado Trick Or Treat, vira real na exposição. Como nos desenhos criados por Tim Burton, um dos ambientes do museu se transforma na sala de jantar de vários monstros. E nós, os visitantes, passamos por debaixo da mesa...

+ Saiba tudo sobre a mostra

3 - Os ambientes são divididos entre as emoções do americano - terror, humor, felicidade, angústia e encamentamento -, o que torna tudo mais interessante do que dividir os objetos de acordo com a filmografia. Essa curadoria foi feita especialmente pela equipe do MIS.

Tim Burton
Diversas aquarelas em papel podem ser vistas ao longo da mostra (Foto: Tim Burton Private Collection)

4 - Um dos destaques da mostra é a sala redonda, ponto alto também das outras grandes mostras da instituição. Ela é dedicada para o sentimento de felicidade. Além de um boneco de seis metros de altura do fofíssimo Menino-Balão, outra surpresa espera os visitantes.

+ Dias e horários para visitar a exposição

5 - Quem ainda não viu os curtas do cineasta, é agora o momento. Não deixe de gastar alguns minutos em frente dos televisores que exibem Vincent, João e Maria e O Mundo do Menino Mancha.

6 - Uma das salas remonta a cidade de Burbank, na Califórnia, onde o pequeno Burton passou a infância. Era ali onde vivia imerso em referências que o seguiram por toda a vida, como livros e filmes de terror. No espaço, estão os seus desenhos mais interessantes, feitos no começo da década de 1980. É, provavelmente, a primeira vez em que você os vê: esses projetos nunca foram realizados.

Tim Burton
Um dos primeiros desenhos do Menino-Balão (Foto: Tim Burton All Rights Reserved 2009)

7 - No mundo surreal de Tim Burton, algumas mágicas acontecem: onde já se viu uma tela aparentemente em branco exibir animações quando uma placa de acrílico é colocada na sua frente? Na exposição é assim (e é bem impressionante!).

+ 17 curiosidades sobre a vida e obra do cineasta

8 - Um pequena sala de cinema foi construída ao final da mostra, para quem preferir assistir os vídeos mais longos.

9 - A trilha sonora da mostra pode ser ouvida do seu celular: no canal do Spotify do MIS (mis_sp) estão disponíveis músicas selecionadas especialmente para o evento. Também foram gravadas informações interessantes sobre a vida e obra do Tim Burton.

10 - A lojinha é uma tentação: fica num truck localizado do lado de fora do museu. É bem capaz, então, que você já entre na mostra com uma sacola em maõs - vale a pena investir no catálogo, além das muitas bugigangas com temática dos filmes.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO