Teste do espanador

Avaliamos o trabalho de quatro empresas de faxina expressa

Franquias de limpeza doméstica crescem em São Paulo e agradam aos clientes menos exigentes

Por: Jussara Soares

A célebre proposta de emenda constitucional (PEC) das domésticas, que ampliou os direitos trabalhistas da categoria em abril do ano passado, está contribuindo para mudar a rotina da faxina nos lares paulistanos. Devido ao aumento do custo para manter as mensalistas em casa, elas começaram a sair de cena e as boas diaristas passaram a ser mais disputadas. De olho nesse mercado, empresas de limpeza doméstica se disseminaram com a promessa de uma solução rápida e eficaz para pôr fim à sujeira. Três delas — Limpeza com Zelo, House Maid e Vip House Mais — abriram nove franquias,ao todo, na capital no ano passado.Outra, a House Shine, mais antiga, tem 44 unidades por aqui.

+ Cresce relação de barbearias com serviço e decoração no estilo antigo

Para conferir como funciona o negócio,VEJA SÃO PAULO testou esses serviços. Foram agendadas faxinas em quatro imóveis, com área entre 70 e 120 metros quadrados. Avaliaram-se não só a limpeza final e a qualidade dos produtos usados mas também a disponibilidade de horários e a pontualidade da equipe (veja o resultado no quadro abaixo). No geral, o resultado agrada aos clientes menos exigentes, que esperam por um serviço mais básico.

+ Theatro Net é a primeira das cinco salas em shoppings

Todas as empresas têm um método similar de ação. Uma dupla de diaristas chega uniformizada, carregando o material de limpeza para duas a oito horas de trabalho, dependendo do tamanho do imóvel. Panos de microfibra, desengordurantes e aspirador são os equipamentos básicos desse tipo de faxina, comum nos Estados Unidos e na Europa.O trabalho é quase feito a seco, sem os baldes de água usados normalmente por aqui para esse serviço. “O que limpa são os produtos”, justifica Sérgio Risola, dono da unidade Perdizes da House Shine, que deixou a desejar na retirada de pó.

A campeã da avaliação foi a Limpeza com Zelo, unidade de Higienópolis. Além da pronta disponibilidade de horário, uma supervisora checou depois o resultado da jornada de três horas em um apartamento de 90 metros quadrados na Vila Madalena, apontando onde era preciso caprichar mais, como na área de serviço. “Foi bacana, elas só chiaram um pouco pela quantidade de louça na pia”, diz a roteirista Ana Luz, dona do imóvel. “O ideal é o cliente passar uma noção do tamanho do trabalho, para reservarmos tempo extra”, explica Priscila Crochik Goldenberg, franqueadada Limpeza com Zelo.

+ Evangélico e abstêmio, Thiago Mansur faz sucesso nas pistas

A House Maid, da Vila Mariana, e a Vip House Mais, do Morumbi, pecaram na pontualidade. A primeira marcou para as 14 horas, adiou para as 16 e a equipe só apareceu às 17h15. “A culpa foi da ampliação do rodízio de veículos”, alegou o empresário Edgar Santos, da House Maid. O atraso acabou compensado pela agilidade das funcionárias, que cuidaram de um sobrado de dois quartos em pouco mais de uma hora e meia. No entanto, também ficaram devendo na limpeza. A água dos baldes, usada para lavar os panos, raramente era trocada. Sabe aquele cheiro de casa limpa? Não ficou.

+ Confira o que acontece agora na cidade

A Vip House Mais desmarcou a ida ao apartamento da artesã Sandra Lazzari em duas ocasiões, ambas poucos minutos antes do horário agendado. “Uma funcionária ficou doente e depois sofremos um acidente com nosso carro”,justificou o dono, Eduardo Syozi. A equipe só apareceu na terceira vez. “Eu estava desconfiada, mas as faxineiras deixaram o apartamento limpo”, diz Sandra.

Serviço:

Limpeza com Zelo - Higienópolis: (11) 2872-4717,  www.limpezacomzelo.com.br

House Shine – Perdizes:   (11)  4562-1615,  www.houseshine.com.br                   

House Maid – Vila Mariana:  (11) 2476-3089, www.house-maid.com

Vip House Mais – Morumbi:  (11) 2495-5080, www.viphousemais.com.br

Fonte: VEJA SÃO PAULO