Especial

Ranking dos locais com notas mais sujas de cocaína, bactérias e fungos

Um total de quarenta endereços da capital foram incluídos na análise realizada em laboratórios da Unicamp

Por: Mauricio Xavier - Atualizado em

Capa - dinheiro
Análise no laboratório de espectrometria de massa da Unicamp: equipamento de 1 milhão de reais (Foto: Mario Rodrigues)

Circulando de mão em mão, cédulas de dinheiro reúnem muitos microrganismos e substâncias nocivas. Para avaliar o nível de problemas, VEJA SÃO PAULO coletou oitenta notas em quarenta estabelecimentos da capital e as levou para testes em laboratórios de química e biologia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

+ Análises mostram bactérias e drogas em dinheiro que circula na capital

+ A composição do dinheiro e os tipos de droga e microorganismos

Cerca de 70% delas carregavam bactérias ou fungos em quantidade superior ao limite aceitável. E todas apresentaram vestígios de contato com a cocaína. Abaixo, o resultado completo do estudo de contaminação, por categoria:

 

COCAÍNA (em quilocounts)
1º) Royal Club 80 000
2º) Fasano 20 000
3º) Aeroporto de Congonhas 10 000
4º) Dalva e Dito 9 000
     Feira livre do Pacaembu 9 000
     Varanda Copan 9 000
7º) Bar do Celso 7 000
     Galeria do Rock 7 000
9º) PUC-SP 6 500
10º) Cemitério do Araçá 6 000
11º) Banco Itaú Aclimação 5 000
       Kidzania 5 000
13º) Cinépolis JK 4 000
       Livraria Sêfer 4 000
15º) Banca de revista Avenida Paulista 3 000 
       Igreja da Consolação 3 000
       Mocotó 3 000
18º) Metrô Luz 2 500
       Parque do Ibirapuera 2 500
20º) Clash 2 000
      Mackenzie 2 000
22º) Eataly 1 000
      Mr. Baker 1 000
24º) Bar do Juarez 900
      Supermercado Padrão Pinheiros 900
26º) Masp 800
       Templo de Salomão 800
28º) D-Edge 700
      Shopping JK 700
30º) Shopping Center 3 650
31º) Aquário 600
      Cine Roma 600
      Filial bar 600
      Metrô Pinheiros 600
      Ônibus (Praça Ramos-Apiacás) 600
36º) Sesc Pompeia 500
37º) Rodoviária do Tietê 400
       Zoológico 400
39º) General Prime Burguer 250
40º) Mesquita do Brás 70

 

BACTÉRIAS (em unidades formadoras de colônias)
1º) Templo de Salomão 2 120
2º) Eataly 1 460
3º) Metrô Luz 1 000
4º) Aeroporto de Congonhas 850
5º) Mocotó 820
6º) Clash 800
7º) Kidzania 740
8º) Dalva e Dito 670
9º) Parque do Ibirapuera 610
10º) PUC-SP 580
11º) Varanda Copan 570
12º) Mr. Baker 560
13º) Galeria do Rock 430
14º) Mackenzie 380
15º) Fasano 340
16º) Bar do Celso 290
17º) Banco Itaú Aclimação 270
18º) Cemitério do Araçá 260
19º) Bar do Juarez 220
20º) Ônibus (Praça Ramos-Apiacás) 200
21º) Cine Roma 190
       Masp 190
23º) Cinépolis JK 150
       Igreja da Consolação 150
25º) Shopping JK 140
       Zoológico 140
27º) Feira livre do Pacaembu 90
28º) D-Edge 80
29º) Sesc Pompeia 70
30º) Royal Club 50
31º) Filial bar 40
32º) General Prime Burguer 30
33º) Aquário 20
      Banca de revista Avenida Paulista 20
      Livraria Sêfer 20
      Mesquita do Brás 20
      Rodoviária do Tietê 20
38º) Shopping Center 3 10
39º) Metrô Pinheiros 10
40º) Supermercado Padrão Pinheiros 0

 

FUNGOS (em unidades formadoras de colônias)
1º) Feira livre do Pacaembu 5 000
2º) Kidzania 1 000
3º) Aeroporto de Congonhas 850
4º) Metrô Luz 550
5º) Templo de Salomão 510
6º) Parque do Ibirapuera 460
7º) Mocotó 390
8º) Ônibus (Praça Ramos-Apiacás) 270
9º) Clash 260
10º) Eataly 240
11º) Cinépolis JK 200
12º) Varanda Copan 190
13º) Livraria Sêfer 150
      Mackenzie 150
      Shopping JK 150
16º) Zoológico 140
17º) PUC-SP 130
18º) Galeria do Rock 120
19º) Mr. Baker 90
       Royal Club 90
21º) Masp 80
22º) D-Edge 60
23º) Bar do Celso 50
24º) Sesc Pompeia 40
25º) Bar do Juarez 30
      Shopping Center 3 30
27º) Cemitério do Araçá 20
       Igreja da Consolação 20
29º) Banca de revista Avenida Paulista 10
       Banco Itaú Aclimação 10
       Dalva e Dito 10
       Fasano 10
       Mesquita do Brás 10
       Supermercado Padrão Pinheiros 10
35º) Aquário 0
      Cine Roma 0
      Filial bar 0
      General Prime Burguer 0
      Metrô Pinheiros 0
       Rodoviária do Tietê 0

Fonte: VEJA SÃO PAULO