Happy hour

Docerias e padarias que combinam docinhos e drinques

Conheça endereços que servem drinques para acompanhar guloseimas como brigadeiros e éclairs

Por: Redação VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

Quartier du Pain
Quartier du Pain: padaria promove happy hour com drinques e antepastos (Foto: ernando Moraes)

A Quartier du Pain, nos Jardins, é um misto de micropadaria e empório, que passou a promover também uma happy hour em seu salão, sempre de quinta a sábado, a partir das 19h.

Uma mesa de antepastos (R$ 19,90 por pessoa) é montada para acompanhar os drinques oferecidos no horário, entre eles mojito, margarita, sangria e caipirinha. Também há vinhos tinto, branco e espumante. Aos domingos, entra em cartaz um brunch com direito a taças de Chandon à vontade (R$ 38,90).

Veja outros endereços que mimam os clientes com vinho e espumante:

Brigadeiros by Cousin’s

A charmosa doceria de decoração provençal tem sempre uma bebida alcoólica para harmonizar com os brigadeiros. Nos dias frios, a sugestão é o vinho tinto Dona Florencia Cabernet-Sauvignon (R$ 22,00; 187 mililitros), indicado para acompanhar guloseimas mais encorpadas como amêndoas, pistache e cacau 70% (R$ 3,50 cada um). Quando a temperatura sobe, aparecem os espumantes como o Chandon (R$ 24,00 a garrafa pequena) para combinar com docinhos suaves, com morango e caramelo, por exemplo.

Faire La Bombe
Na Faire La Bombe: happy hour com éclairs e espumante (Foto: Mario Rodrigues)

Delicake

Buscando adaptar o bolinho típico dos Estados Unidos ao paladar dos brasileiros, desenvolveu uma receita mais leve: a massa não tem gema de ovo nem leite, leva margarina em vez de manteiga e apenas 10 gramas de açúcar. Agrada o cupcake de baunilha com cobertura de limão-siciliano e raspas de gengibre (R$ 8,50). Peça uma minigarrafa de Chandon Rosé (R$ 26,00) para acompanhar. Se preferir, combine o doce e a bebida em uma pedida só: o bolinho de baunilha pode receber cobertura de creme de champanhe (R$ 9,90).  

Faire La Bombe

Prepara um único doce: a bomba, ou, como a chamam os franceses, éclair. Na cozinha envidraçada instalada ao fundo do pequeno salão, são assados diariamente os delicados tubinhos de massa crocante e leve. Quem desejar, pode pedir uma minigarrafa de espumante Veuve du Vernay (R$ 25,00) para acompanhar a imperdível versão com creme à base de fava natural de baunilha e cobertura de chocolate francês Valrhona ao leite (R$ 4,50). Também oferece algumas opções de vinhos tinto branco.

Le Chef Gatô - espumante
Sugestão da Le Chef Gatô para presentear: caixas com espumante mais quatro potinhos de brigadeiro para comer de colher (R$ 79,00 ou cinco docinhos enrolados (R$ 69,00) (Foto: Sergio Luiz Jorge)

Le Chef Gatô

Nesta loja da Vila Mariana, há quem troque o expresso por espumante enquanto devora os brigadeiros gourmets feitos pelo proprietário Ednei Fernando Bruno. A Baby Chandon custa R$ 29,00. Se a ideia for presentear alguém, é possível montar belas caixas com uma garrafa do frisante italiano 9.5 Cold Wine mais quatro potinhos de brigadeiro para comer de colher (R$ 79,00 ou cinco unidades do docinho enrolado (R$ 69,00).

Le Pain Quotidien

O pão nosso de todo dia ganha ares internacionais por aqui. Fundada em Bruxelas, na Bélgica, essa rede que dispõe de unidades nos Estados Unidos, na Índia e na França, entre outros países, chegou à capital com três unidades. A imperdível torta de pistache tem a textura de um bolo untuoso e vai bem ao lado do expresso. Se preferir, escolha um vinho branco, tinto, rosé ou espumante. A garrafa de Chandon Brut sai por R$ 89,00. A versão francesa Moët &Chandon Rosé custa R$ 290,00.

Fonte: VEJA SÃO PAULO