Política

Russomanno aparece na liderança da corrida eleitoral para a prefeitura

Primeira pesquisa de intenções de voto demonstra também que Marta Suplicy disputaria o segundo turno, independentemente do cenário

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Celso Russomanno
Russomanno: deputado aparece na liderança da primeira pesquisa realizada sobre a prefeitura para 2016 (Foto: Ernesto Rodrigues / Agência Estado)

O deputado federal Celso Russomanno é o preferido dos paulistanos atualmente para assumir a prefeitura. Levantamento divulgado pelo Instituto Paraná Pesquisas demonstra que o candidato do PRB lidera todos os cenários apresentados.

+ Dilma Rousseff é ruim para 65% do eleitorado, diz Datafolha

Em segundo lugar aparece Marta Suplicy, que deve ser a candidata do PSB em 2016. Ela disputaria o segundo turno com Russomanno. Já o atual prefeito Fernando Haddad (PT) não demonstra bom desempenho. Em todos os cenários apresentados pela pesquisa ele aparece apenas na terceira colocação. Já o PSDB não consegue passar dos dois dígitos no levantamento, independentemente do candidato apresentado.

Em um primeiro cenário, Russomanno aparece com 40% das intenções de voto, seguido por Marta (18,1%), Haddad (13,8%), Gabriel Chalita (5,6%), do PMDB; Andrea Matarazzo (5%), do PSDB; Eduardo Jorge (2,7%), do PV; e Ricardo Patah (0,4%), presidente nacional da UGT. Nesse cenário, 6,5% disse que não sabem e 7,1% afirmaram que não votariam em nenhum.

+ Nove em cada dez brasileiros apoiam a redução da maioridade penal

No segundo cenário, sem Chalita, a situação é muito semelhante. Nesse caso, Russomano sobre para 42,5% e Marta para 18,6%. Haddad aparece com 14,5%, seguido por Matarazzo (5,8%), Eduardo Jorge (3,2%) e Ricardo Patah (0,8%). Os eleitores que não sabem somaram 6,7%, contra 7,9% que não votariam em nenhuma das opções apresentadas.

Mesmo substituindo em um terceiro cenário nome de Matarazzo pelo do senador Aloyzio Nunes, o PSDB continuaria na quarta posição, com 6,1% das intenções de voto. O nome tucano que mais se destacou na pesquisa foi de Bruno Covas, com 8,6%.

+ Confira as principais notícias da cidade

Em uma lista apresentada para os eleitores com apenas os nomes dos filiados do PSDB, o resultado foi o seguinte: Bruno Covas (18,9%), Aloyzio Nunes (18,1%), Ricardo Tripoli (11%), Andrea Matarazzo (9,7%), João Doria (5%) e José Anibal (4,8%). Os eleitores que não sabem registraram 12,3% e nenhum, 20,2%.

Fonte: VEJA SÃO PAULO