Trânsito

Um ano após redução da velocidade, OAB aguarda decisão contra a medida

Entidade tenta cassar na Justiça medida da prefeitura que baixou os limites para quem dirige nas marginais Tietê e Pinheiros

Por: Estadão Conteúdo - Atualizado em

Marginal Pinheiros
Marginal Pinheiros: redução no total de acidentes após novos limites de velocidade (Foto: Fábio Vieira/Folhapress)

A  seção paulista da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) aguarda há um ano decisão da Justiça sobre cassação da medida que reduz a velocidade nas marginais Pinheiros e Tietê instaurada pela gestão do prefeito Fernando Haddad (PT). A ação ainda tramita na 11ª Vara da Fazenda Pública da Capital sem decisão. 

+Multa por velocidade cresce 35% na capital

Um dia depois da mudança, que começou a valer em 20 de julho de 2015, a entidade reagiu e foi à Justiça contra a determinação. A campanha tem sido liderada pelo presidente Marcos da Costa, que faz críticas à decisão da prefeitura e pede a reversão da redução e mais debate com a população sobre o assunto. "O administrador não é o dono da cidade. Para tomar uma decisão dessa envergadura, transformar uma via expressa em avenida, precisaria ter ouvido a sociedade", disse.

A administração municipal não comentou o posicionamento. 

+ Confira as últimas notícias

Fonte: Estadão Conteúdo