Especial

Os melhores restaurantes, bares e comidinhas do litoral paulista

De Santos a Ubatuba, veja oito endereços bacanas para curtir durante sua viagem

Por: Redação VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

Manacá - Litoral Paulista
Manacá, em Camburizinho: pratos com toques de requinte em ambiente agradável e descontraído (Foto: Ligia Skowronski)

A edição 2012/2013 de VEJA Litoral Paulista selecionou 661 endereços, de Santos a Ubatuba, com o que há de melhor em restaurantes, bares e casas de comidinhas.

Confira abaixo quatro sugestões de lugares bacanas para conhecer no Litoral Sul e no Litoral Norte:

RESTAURANTES

Litoral Sul: os discos de massa fina e crocante, assados em forno a lenha, renderam à Piccola Forneria Pizzeria, em Santos, o título de melhor da categoria. São sessenta opções de cobertura, entre elas molho de tomate fresco, abobrinha grelhada, mussarela de búfala e azeitonas pretas (R$ 49,70).

Quem quiser se esbaldar de frutos do mar, encontra a matriz do Rufino's Restaurant, na Praia da Enseada (Guarujá). A estrela do cardápio é o peixe fresco, assado inteiro na companhia de cebola, tomate, pimentão vermelho, batata, azeite extravirgem, vinho branco e alecrim fresco (R$ 110,00, para duas pessoas).

Litoral Norte: a construção que abriga o Manacá, em Camburizinho (São Sebastião), está entre as mais agradáveis do litoral. Eleito o melhor restaurante de frutos do mar, serve pratos requintados em ambiente descontraído. São exemplos o robalo em papillote de folha de bananeira com farofa de camarão, banana e alcaparra (R$ 77,00) e os camarões salteados com redução de tangerina mais musseline de batata e raiz-forte (R$ 108,00).

Na Ilhabela, o contemporâneo Marakuthai, com filial em São Paulo, desponta como o restaurante mais badalado da região. A jovem chef Renata Vanzetto, de 24 anos, apresenta receitas criativas com inspiração tailandesa, a exemplo do camarão puxado no alho com abóbora assada, açúcar mascavo e requeijão, acompanhado de arroz de jasmim e crocante de mandioquinha (R$ 89,00).

BARES

Litoral Sul: aberto em outubro, o Dusk Lounge & Bar, em Santos, foi a revelação do ano. De decoração elegante, divide-se entre o deque de madeira, o salão principal e o agradável lounge com sofás. Peça o camarão-rosa ao molho de ostra (R$ 75,00; para duas pessoas) para acompanhar cervejas como a Erdinger (R$ 16,50, 500 mililitros) e a Duff (R$ 11,00, long neck).

Litoral Norte: com seus amplos bangalôs, espreguiçadeiras confortáveis, spa, saunas e piscinas, o DPNY Beach Club, em Ilhabela, segue a linha luxuosa do hotel em que está instalado. Em espaços coloridos é possível solicitar porções como a de ostras frescas vindas de Florianópolis (R$ 55,00 a dúzia). Para beber, faz sangria que mistura espumante, frutas vermelhas e tropicais (R$ 68,00 a jarra de 2 litros). Desfrutar tudo isso, porém, tem um custo de R$ 250,00 por pessoa, com direito a R$ 100,00 de consumação.

COMIDINHAS

Litoral Sul: diariamente, há 28 tipos de sorvete dispostos nas cubas da Royal, uma modesta loja no bairro santista de José Menino. Entre os sabores preferidos da clientela estão os de brigadeiro, pistache e nozes. No calor, fazem sucesso versões mais refrescantes, como abacaxi, limão, maracujá e açaí. Uma bola custa R$ 4,00 e duas, R$ 7,00, ambas com cobertura à vontade.

Litoral Norte: com quatro lojas no Litoral Norte, a Pistache Gelateria elabora cinquenta versões de sorvete à moda italiana, preparados com frutas frescas e bases importadas.  A primeira loja de Ubatuba, na Avenida Iperoig, ainda centraliza toda a produção. Chocolate com laranja, chocolate belga e gengibre figuram entre os sabores mais pedidos. Uma bola custa R$ 5,50 e duas saem por R$ 9,90.

Fonte: VEJA SÃO PAULO