Comidinhas

Ladurée chega a São Paulo

Confeitaria francesa de luxo ganha uma concorrida filial no Shopping JK Iguatemi

Por: Helena Galante

laduree 2278 vitrine
A colorida vitrine de macarons vindos da Europa: a unidade sai por R$ 9,00 (Foto: Fernando Moraes)

Longa e ansiosa. Assim era a espera dos clientes na fila que se formou em frente à confeitaria Ladurée, no Shopping JK Iguatemi, no fim de semana de sua inauguração, em junho.

+ Shopping JK causa euforia na semana de abertura

+ Pioneira na cidade, francesa Valrhona chegou há dois anos

+ Sete endereços para degustar chocolate quente Pudera. A luxuosa marca fundada em 1862 na Rua Royale, em Paris, está invariavelmente no roteiro de viagem dos turistas gourmets. Apesar de espalhar suas lojas por países tão distintos quanto Japão, Itália, Líbano, Turquia e Arábia Saudita, a grife ainda não tinha uma filial na América do Sul. Os responsáveis por trazê-la para a cidade são o empresário Samy Sass, sua esposa, a ex-modelo Bruna Magagna, mais o casal Marina Torre Lobo e Renato Lobo.

Instalado no piso térreo, o salão de 40 metros quadrados decorado em tons pastel não dispõe de mesinhas nem de serviço de cafeteria. O principal chamariz é a linha de macarons, aqueles doces compostos de dois discos de farinha de amêndoa recheados de creme cada vez mais apreciados pelos paulistanos. Toda a produção, dividida entre a França e a Suíça, passa por um processo de congelamento rápido antes de entrar em contêiner refrigerado e embarcar de navio ou avião para São Paulo.

laduree 2278 chocolates
Dois bombons sortidos, oferecidos por R$ 32,00: os chocolates estão entre os mais caros da cidade (Foto: Fernando Moraes)

Os delicados biscoitos chegam aqui com o interior macio e uma fina camada externa crocante, frescos como se tivessem acabado de sair do forno. Atualmente, quinze versões colorem a vitrine. São saborosos os de alcaçuz, limão-siciliano e café, além dos tradicionais de pistache e chocolate ao leite. O de amêndoa, repleto de marshmallow bem elástico, mostra-se adocicado — e um dos preferidos pelo público. Ganham pontos pela criatividade os de flor de cerejeira, de pétalas de rosas e de morango mais semente de papoula. Cada um sai por impressionantes R$ 9,00. Também é possível montar vistosas caixas para presente. A menor, de cinco unidades, custa R$ 90,00. Para variar, há ótimos chocolates. Dois bombons sortidos, oferecidos por R$ 32,00, estão entre os mais caros da capital.

COMIDA ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | ATENDIMENTO ✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO