Política

“Acabou a República da cobra”, diz coautora de pedido de impeachment

Ato contra o governo no Largo do São Francisco contou também com a presença de Hélio Bicudo e Miguel Reale Jr

Por: Veja São Paulo (com Estadão Conteúdo) - Atualizado em

O discurso inflamado da advogada Janaina Paschoal, coautora do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), chamou a atenção em ato contra o governo nesta segunda-feira (4).

Ela esteve presente na manifestação no Largo do São Francisco, em frente a faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP). Em um momento, Janaína balançou a bandeira do Brasil sobre a cabeça (confira o vídeo abaixo). Em outro, grita “Acabou a República da cobra”. Ela se refere indiretamente ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que já se comparou a uma “jararaca” em um discurso. 

“Nós somos muito sérios”, berra Janaina, arrancando palmas do público. A advogada também falou sobre o seu pai.  “Desde pequenininha que meu pai diz: ‘Janaina, Deus não dá asa para cobra’. E aí eu digo pra ele: "Mas pai, às vezes, a cobra cria asas, mas quando isso acontece, Deus manda uma legião para cortar as asas da cobra".

Também estiveram presentes os juristas Hélio Bicudo e Miguel Reale Junior, outros autores do pedido de impeachment.

Em discurso, Reale Jr chamou o Partido dos Trabalhadores de "quadrilha" e puxou o coro de "Fora, Dilma". Em sua fala, Bicudo disse que "nunca viu tantos desmandos no Brasil". Para ele, "nenhum deputado ou senador tem o direito de ir contra o desejo popular, não tem o direito de mandar Dilma e o PT no poder".

+ Assassino do cartunista Glauco morre em prisão

+ Assalto a empresa de transporte de valores deixa dois mortos

Fonte: VEJA SÃO PAULO