Paulistana Nota Dez

Relações-públicas estimula paulistanos a valorizar o próprio bairro

Paula Dias criou, neste ano, o Hey Sampa, que busca incentivar os moradores de bairros tradicionais a cuidar da própria vizinhança

Por: Luan Flavio Freires - Atualizado em

Paula Dias - Hey Sampa
Paula Dias: "Ninguém discute o patrimônio da cidade, mesmo com toda a riqueza daqui" (Foto: Lucas Lima)

Em 2013, durante uma temporada de estudos em Roma, na Itália, a relações-públicas Paula Dias, de 28 anos, ficou impressionada com o nível de conhecimento da população sobre a trajetória e as características da cidade. Essa sensação foi ainda mais forte quando viajou para Paris, na França. “O povo de lá se relaciona de forma especial com a história do local onde nasceu, fiquei até com inveja”, lembra. Voltou ao Brasil disposta a criar algo capaz de disseminar por aqui esse tipo de cultura. A ideia saiu do papel no começo de 2014, na forma do Hey Sampa, que conta também com a participação do jornalista André Rocha e do designer Mateus Paoletti.

 

O projeto vem promovendo uma série de atividades, como caminhadas noturnas pelo centro da metrópole para os participantes se exercitarem e conhecerem melhor nossos marcos arquitetônicos. O tour é gratuito. As pessoas são acompanhadas nessas ocasiões por especialistas de áreas como artes plásticas e urbanismo. “Ninguém discute o patrimônio da cidade, mesmo com toda a riqueza daqui”, diz Paula. Em abril, o Hey Sampa organizou uma expedição ao encontro entre as avenidas Ipiranga e São João. Cerca de sessenta pessoas participaram do evento que contou a saga do cruzamento mais famoso da capital.

 

Um mês depois, a trupe realizou duas ações no Bixiga. A primeira delas consistiu em convidar moradores para produzir imagens de pontos do bairro, como a igreja Achiropita e a Praça Dom Orione, sob a supervisão do fotógrafo André Douek. Na outraocasião, o grupo reuniu cerca de 500 convidados para fazer um mutirão. Os participantes executaram trabalhos como limpeza de ruas, revitalização de canteiros e pintura de muros, entre outras coisas. Nos próximos meses, o Hey Sampa deve fazer trabalhos semelhantes na Barra Funda e na Pompeia. “Luxo mesmo é morar onde você ama”, define a paulistana Paula, que nasceu em Interlagos e vive hoje nos Jardins.

Nome: Paula Dias

Profissão: Relações-públicas

Atitude transformadora: organiza grupos para percorrer a capital e conhecer melhor a história dos bairros

Fonte: VEJA SÃO PAULO