Marcas

Trabalhos em gravura estão em três mostras

Obras do Renascimento alemão, do carioca Oswaldo Goeldi e de quatro artistas contemporâneos brasileiros estão expostas

Por: Redação VEJINHA.COM - Atualizado em

luzes do norte
Obra 'O Rinoceronte': impressão feita em 1620 por Albrecht Dürer é um dos destaques da exposição Luzes do Norte, no Masp (Foto: Divulgação)

A arte de gravar, uma das manifestações mais antigas do homem, é contemplada em três exposições atualmente em cartaz em São Paulo.

Entenda um pouco mais sobre esse processo de impressão, que pode ocorrer na madeira, na pedra e em diversos materiais, com as mostras listadas abaixo:

+ Veja todas as exposições em cartaz

+ As melhores mostras da cidade

 

Luzes do Norte
Gravura 'O Baile', de Mestre Mz, parte da coleção Barão Edmond de Rothschild/Museu do Louvre. Expostas no Masp em 'Luzes do Norte' (Foto: Divulgação)

Luzes do Norte

Um impressionante conjunto de obras do Renascimento alemão está no Masp: são 61 gravuras e desenhos sobre o papel, doados pelos herdeiros do barão Edmond de Rothschild ao Museu do Louvre, de Paris. Veja a evolução dos trabalhos, desde a influência gótica até as inovações de perspectiva. Destaque para as gravuras de Albrecht Dürer e Martin Schongauer.

Masp

Terça, quarta, sexta a domingo e feriados, 10h às 18h; quinta, 10h às 20h

R$ 15,00 - de graça até o dia 18/11

 

Oswaldo Goeldi - Jardineiro
'Jardineiro', de Goeldi, 1950: em imagem quase idílica, o artista realiza experimentos com cores (Foto: Divulgação)

Oswaldo Goeldi

O carioca Oswaldo Goeldi (1895-1961) é considerado um dos grandes nomes da gravura. Nessa mostra são apresentadas 56 peças realizadas entre 1924 e 1960, sob curadoria de Carlos Martins, que resvalam no expressionismo. Preste atenção nos jogos de sombras, nas temáticas sociais e na visão pessimista do mundo.

Estação Pinacoteca

Terça a domingo e feriados, 10h às 18h

R$ 6,00

 

4 ensaios
Obra dos artísta Ernesto Bonato, em '4 Ensaios Gráficos', na Pinacoteca (Foto: Divulgação)

4 Ensaios Gráficos

Quatro gravadores brasileiros contemporâneos – Fernando Vilela, Ulysses Boscolo, Ernesto Bonato e Paulo Pt Barreto – apresentam algumas de suas obras, feitas entre 1977 e 2010. São 75 peças em que se pode visualizar a abstração geométrica e a técnica de ponta-seca, entre outras.

Estação Pinacoteca

Terça a domingo e feriados, 10h às 18h

R$ 6,00

Fonte: VEJA SÃO PAULO