Consumo

Gift cards começam a se popularizar em bares e restaurantes

Por valores entre 50 e 5 000 reais, o saboroso presente dá direito a comidas e bebidas do estabelecimento indicado

Por: Lívia Roncolato

fogo de chão
A churrascaria Fogo de Chão: 3 000 cartões em um mês (Foto: Ligia Skowronski)

Populares há anos em livrarias, perfumarias e até em supermercados, os gift cards chegaram às mesas paulistanas. Nos novos endereços, funcionam da mesma forma: um cartão com valor predeterminado dá direito à pessoa que o recebeu de presente de trocá-lo por itens do estabelecimento indicado (nesse caso, comidas e bebidas).

A diferença é que, aqui, eles geralmente são adquiridos pela internet, e não diretamente nas lojas. Os preços variam de 50 a 5 000 reais. Além dessa quantia, é preciso pagar o frete e a personalização do brinde (19,80 reais).

A churrascaria Fogo de Chão está entre os estabelecimentos que passaram a oferecer o serviço recentemente. “Em apenas um mês, vendemos 3 000”, diz Marcelo Macedo, diretor financeiro da rede.

A principal empresa do setor é a Vale Presente. Criada em setembro do ano passado com um investimento de 50 milhões de reais, ela começou a produzir gift cards para a área gastronômica há pouco mais de um mês e conta com onze casas na capital, como o bar espanhol Venga!, na Vila Madalena, e o restaurante Ici Brasserie, no Shopping JK Iguatemi.

“Nosso foco é fechar contrato com os principais endereços”, explica o gerente-geral de marketing da marca, Marcelo Pimenta.

Os clientes aprovam. A publicitária Lúcia Ferrari já comprou três cartões para os pais e a irmã (esse último na semana passada). Em contrapartida, ganhou um jantar do marido no restaurante Emiliano, nos Jardins. “Proporcionar uma experiência dessas é mais inesquecível que uma lembrança convencional”, acredita.

O tamanho da boca-livre

Exemplos do que é possível pedir com o brinde em algumas das casas

Emiliano

› Por 201,60 reais*: refeição com couvert, entrada, prato principal, sobremesa e bebidas não alcoólicas

Fogo de Chão

› Por 103 reais: rodízio completo por pessoa

Lanchonete da Cidade

› Por 100 reais: sanduíches bombom (23,50 reais) e lambreta (30,50 reais), batata rústica (15,50 reais), milk-shake (14 reais) e suco (7,50 reais)

Bráz Pizzaria

› Por 50 reais: pizza média de mussarela (42 reais) e um chope claro (6,30 reais)

* Estacionamento e serviço inclusos

Fonte: VEJA SÃO PAULO