Mistérios da Cidade

Os trens turísticos da CPTM

O Expresso Turístico oferece roteiro para Jundiaí, Mogi das Cruzes e Paranapiacaba

Por: Maurício Xavier

Expresso turístico
Expresso Turístico: 100 000 pessoas em seis anos (Foto: Divulgação)

Criada em 1992, a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) opera quinze tipos de composição em seis linhas na capital. Por ano, são transportados mais de 800 milhões de passageiros, a maioria esmagadora no percurso casa-trabalho-casa. Uma pequena parcela, no entanto, viaja a lazer.

+ Projeto Moocalor incentiva doação de roupas

Nos últimos seis anos, quase 100 000 pessoas embarcaram no Expresso Turístico, que oferece roteiro para Jundiaí, Mogi das Cruzes e Paranapiacaba, a partir da Estação da Luz, no centro. O passeio ocorre a bordo de um trem composto de uma locomotiva e dois carros de aço inoxidável fabricados na década de 60, cedidos pela Associação Brasileira de Preservação Ferroviária e restaurados pela CPTM.

+ Apae comemora 90 anos de sua criadora

No caso do trajeto de Paranapiacaba, a passagem custa 45 reais e é necessário comprar com sessenta dias de antecedência para garantir vaga em uma das 174 poltronas. Confira algumas das atrações das três cidades de destino.

Jundiaí: o Museu da Companhia Paulista, com a história das ferrovias da região, as trilhas da Serra do Japi e o “circuito das frutas” pelas fazendas locais

Mogi das Cruzes: o Parque das Neblinas, que oferece diversas atividades ambientais, as igrejas da Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo e o “circuito das flores”

Paranapiacaba: passeio de mariafumaça pela Vila Inglesa, onde é possível conhecer detalhes do desenvolvimento ferroviário do Brasil, roteiros históricos e trilhas na Serra do Mar

Fonte: VEJA SÃO PAULO