Shows

Diogo Nogueira canta faixas do novo CD e DVD no HSBC Brasil

Recheada de pérolas da MPB, apresentação é baseada em gravação feita em Havana

Por: Tiago Faria - Atualizado em

Shows - Diogo Nogueira
O carioca Diogo Nogueira: 'A minha dedicação independe do meu rosto bonito ou de ser filho de quem sou' (Foto: Divulgação)

Em 2011, o cantor carioca Diogo Nogueira, de 31 anos, foi chamado para participar da Feira Internacional de Havana, em Cuba. O convite o motivou a gravar o show realizado no Teatro Karl Marx, que contou com a participação do conjunto local Los Van Van. No mês passado, o registro da visita ao país saiu em CD e DVD e agora, à frente de catorze instrumentistas, o sambista lança esse trabalho no palco do HSBC Brasil. “Tudo aconteceu muito rápido, precisei escolher o repertório às pressas”, diz. Como já vinha interpretando pérolas da MPB em seus espetáculos, Diogo optou pelo caminho mais fácil. Entraram no roteiro “Tanta Saudade” (Chico Buarque e Djavan), “Ex-Amor” (Martinho da Vila) e “Madalena” (Ivan Lins e Ronaldo Monteiro). Em homenagem aos cubanos, foi incluído o clássico “El Cuarto de Tula”, presente no documentário do cineasta alemão Wim Wenders sobre o conjunto Buena Vista Social Club.

+ Boas opções de endereços para curtir samba em qualquer dia da semana

+ Programe-se para os melhores shows do segundo semestre de 2012

Com cinco anos de carreira e um repertório que fica entre o romântico e o tradicional — ele inclusive já escreveu um samba-enredo para a Portela —, o artista enfrenta um dificultador em sua trajetória. O fato de ser filho do bamba João Nogueira (1941-2000) sempre pesou um pouco na receita. Entre altos e baixos, ele busca autonomia. “A minha dedicação independe do meu rosto bonito ou de ser filho de quem sou”, justifica-se.

Fonte: VEJA SÃO PAULO