BILHETERIAS

'Homem-Aranha 2' tem o melhor fim de semana do ano nos cinemas

Sequência da Marvel levou 1,6 milhão de pessoas às salas do país

Por: Redação VEJINHA.COM - Atualizado em

O Espetacular Homem-Aranha 2 - A Ameaça de Electro
'O Espetacular Homem-Aranha 2 - A Ameaça de Electro': Andrew Garfield na pele do herói, dois poderosos inimigos para enfrentar em Nova York | Crédito: Divulgação

Um dos maiores lançamentos do ano, com estreia em 1139 salas, O Espetacular Homem-Aranha 2 - A Ameaça de Electro confirmou a força dos heróis dos quadrinhos e desbancou Capitão América 2, que há três semanas seguia como o filme mais visto no Brasil. Estrelado por Andrew Garfield e Emma Stone (os dois atualmente são namorados), o filme levou 1,6 milhão de espectadores aos cinemas no fim de semana, contra 392 mil da sequência patriota com Chris Evans.

+ Andrew Garfield toca a música tema de ‘Homem-Aranha’ em programa de TV

+ Andrew Garfield se veste de Homem-Aranha e surpreende crianças carentes em Londres

Na sexta semana em cartaz, a animação Rio 2 continua sendo muito procurado e atraiu 235 mil espectadores às salas do país. Em cartaz há cinco semanas, o épico Noé segue entre os mais vistos, com 217 mil pagantes.

Nos Estados Unidos, a estreia da aventura Homem-Aranha 2, superou de longe os demais concorrentes no fim de semana, com renda de US$ 92 milhões.

Capitão América 2 - O Soldado Invernal
Cena do filme 'Capitão América 2 - O Soldado Invernal': ainda entre os mais vistos da semana | Crédito: Divulgação

Bilheteria brasileira

  1. O Espetacular Homem-Aranha 2 - US$ 24,6 milhões
  2. Capitão América 2 - O Soldado Invernal - US$ 5,6 milhões
  3. Noé - US$ 3,2 milhões
  4. Rio 2 - US$ 2,6 milhões
  5. Divergente - US$ 2,1 milhões

Bilheteria americana da semana

  1. O Espetacular Homem-Aranha 2 - A Ameaça de Electro - U$$ 92 milhões
  2. Mulheres ao Ataque - US$ 14,2 milhões - inédito no Brasil
  3. Heaven Is for Real - US$ 8,7 milhões  - inédito no Brasil
  4. Capitão América 2 - O Soldado Invernal - US$ 8,7 milhões
  5. Rio 2 - US$ 7,6 milhões

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO