Opinião do Leitor

Cartas da edição 2453

Por: Veja São Paulo

Capa ed. 2452
(Foto: )

› Cidade

Está na cara que a festejada PEC das Domésticas vai fazer água (“Nova ordem na casa”, 18 de novembro). Não interessa a mais ninguém a doméstica com carteira assinada. Isso se tornou proibitivo para qualquer família. Vai todo mundo recorrer às diaristas, que, em pouco tempo, não vão mais recolher impostos por causa da crise.

Ronaldo Rossi

› Transporte

O Uber é um serviço de ótima qualidade, com preço justo e muito mais seguro que o táxi (“A corrida da crise”, 18 de novembro). O mundo evolui, os produtos e serviços mudam, e as pessoas têm de aceitar isso! Não vejo mais ninguém trabalhando com máquina de escrever...

Karen Still

› Solidariedade

Achei muito bacana a história da ONG Associação de Resgate à Cidadania por Amor à Humanidade (“Ação social com grife”, 18 de novembro). É uma moçada de coração aberto, capaz de olhar o mundo e o outro além das aparências,dos luxos e das grifes.

Germana Felicio

› Música

Gal Costa, não pare de cantar, nossamúsica empobreceu (“Sampa é um baratototal”, 18 de novembro). Parabénspela escolha da moradia nos Jardins, essaregião é linda e segura.

Luciano Cardoso

› Matthew Shirts

Conheço um local na região do Largo da Freguesia do Ó onde há feijoada todos os dias (“Um dia de Paulista”, 18 de novembro).Trata-se do Contramão, bar do seu Renato e da Dona Cida, ambos descendentes de italianos e palmeirenses. Lá é servida, na minha modesta opinião, a melho rfeijoada de São Paulo. Trabalhei por mais de 37 anos na área comercial e experimentei quase todos os restaurantes daqui.

Walter Donizetti Venício

Fonte: VEJA SÃO PAULO