Restaurantes

Brown Sugar tem boa cozinha e clima de badalação

Casa de especialidades italianas oferece ambiente descolado e atrativo

Por: Arnaldo Lorençato

Brown Sugar 2209
Salão descolado: concorrido especialmente no jantar (Foto: Fernando Moraes)

Embora tenha nome emprestado de um antigo sucesso dos Rolling Stones, o novo Brown Sugar é um endereço italiano sem espírito roqueiro. A casa, aberta no mesmo ponto onde funcionou o francês L’Atelier São Paulo, tem atraído muita gente, especialmente no jantar. Além do ambiente descolado e do clima de badalação, as receitas selecionadas pelo consultor Vicci Domini ajudam a manter a clientela. Montado por ele, o cardápio reúne sanduíches, pizzas, massas, risotos e carnes.

Oferecidos de cortesia, grissini crocantes fazem o papel de couvert. Faltou limão-siciliano — tempero-base prometido no menu — ao fettuccine fresco, servido al dente e incrementado por camarão e aspargo verde de qualidade (R$ 39,00). Guarnecidas de purê de batata ao aroma discreto de raiz forte, as fatias de atum grelhadas têm o centro deliciosamente cru e condimentado por pimenta-rosa (R$ 43,00). A saborosa piccata de filé-mignon ao molho de mostarda em grãos recebe a companhia de risoto de queijo parmesão. Custa R$ 38,00.

Brown Sugar 2209
Piccata de filé-mignon: risoto de queijo parmesão acompanha (Foto: Fernando Moraes)

Para a sobremesa, cai bem o bolo de baunilha coberto de doce de leite artesanal e musse de morango (R$ 14,00), batizado de tango. Concentrada em uma única página, a cara carta de vinhos traz entre os tintos o italiano Chianti Gentilesco Bonacchi 2009 por R$ 84,00.

COMIDA ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | SERVIÇO ✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO