Crime

Auditor é preso com mala com 400 000 reais em shopping

Servidor da Aneel é acusado de tentar extorquir empresário; flagrante aconteceu em centro comercial na Avenida Brigadeiro Faria Lima nessa segunda-feira (1º)

Por: VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

Iuri Conrado
O auditor Iuri Ribeiro foi preso por policiais do Garra (Foto: Reprodução TV)

O auditor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Iuri Conrado Posse Ribeiro, foi preso em um shopping na Avenida Brigadeiro Faria Lima, em Pinheiros, em São Paulo, após receber uma mala com 400 000 reais. Ele é suspeito de extorquir um empresário do ramo de geração de energia para não prejudicar contratos com o governo federal. O flagrante aconteceu na tarde dessa segunda-feira (1º).

+ Falsos padres assaltam fiéis no interior de São Paulo

“A vítima tinha contratos para investir em infraestrutura. O cumprimento de metas gerava bônus. O auditor dizia que, se não recebesse a propina, atrapalharia a obtenção desses benefícios”, disse o delegado do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra), Walter Ferrari, que acompanha o caso há dois meses.

+ Polícia retira explosivo de caixa eletrônico em Guarulhos

Após ter gravado as exigências do auditor, o empresário entrou em contato com a polícia, que investigou o caso e preparou o encontro em um restaurante no shopping. Preso, o suspeito foi encaminhado para a 2ª Delegacia de Investigações sobre Fraudes Financeiras e Econômicas, onde foi indiciado por extorsão.

Mala Deic
Dinheiro estava em uma mala apreendida com o servidor (Foto: Divulgação Deic)

De acordo com as investigações, Ribeiro era responsável por validar o cumprimento de contratos.

Em nota, a Aneel confirmou que Ribeiro é servidor da agência em Brasília e informou que entrará em contato com a polícia de São Paulo para obter as informações para iniciar um processo administrativo disciplinar.

+ Confira as últimas notícias da cidade

Fonte: VEJA SÃO PAULO