Restaurantes

Aizomê: melhor japonês

Por: Arnaldo Lorençato - Atualizado em

Pescada-branca à meunière com molho de milho verde: influência francesa
Pescada-branca à meunière com molho de milho verde: influência francesa (Foto: Mario Rodrigues)

Antes de abrir o premiado Aizomê, o chef japonês Shinya Koike comandava um minúsculo restaurante que deixou saudade, o A1, no interior do Shopping Top Center. Shin, como costuma ser tratado, sempre gostou de trabalhar atrás do balcão, onde orienta a preparação de receitas frias e das opções quentes que vêm da cozinha. Seu cardápio não se prende ao tradicional. Muitos dos pratos têm influência francesa, e a melhor forma de conhecê-los é pedir a sequência chamada omakasê (R$ 120,00 ou R$ 150,00, dependendo do número de itens). Algumas dessas sugestões também fazem parte do cardápio a preços individuais. É o caso do tempura de cogumelo portobello (R$ 16,00), da pescada-branca à meunière ao molho de milho verde (R$ 22,00) e do filé-mignon empanado e recheado de foie gras (R$ 32,00). Surpreendem duas sobremesas preparadas com tofu: o tiramisu e a cheesecake coberta por calda de frutas vermelhas e flor de ameixa umê (R$ 14,00 cada um). No almoço, há quatro opções executivas entre R$ 33,00 e R$ 75,00. Para beber, a dose do saquê americano Daiti Californiano custa R$ 18,00. A carta de vinhos é bem limitada. Por isso, convém levar de casa um branco de boa cepa e pagar a rolha.

Alameda Fernão Cardim, 39, Jardim Paulista, 3251-5157, Metrô Brigadeiro (46 lugares). 12h/14h30 e 18h30/23h (sáb. só jantar; fecha dom.). Cc.: todos. Cd.: todos. Cr.: V (só no almoço). Estac. c/manobr. (R$ 5,00 no almoço; R$ 10,00 no jantar). Couvert: R$ 5,00. Tem vinho em taça e permite levar seu vinho (R$ 40,00). Aberto em 2007. $$$$ (acima de R$ 125,00)

Fonte: VEJA SÃO PAULO