Os polpettones campeões da cidade

O bolo de carne moída é um queridinho nas casas italianas da cidade; confira cinco boas opções

É difícil resistir ao polpettone paulistano,– não tem na a ver com o original italiano. A receita surgida aqui na capital que lembra uma almôndega gigante,  achatada e recheada de mussarela. Foi criada no Jardim de Napoli, por Antonio Buonerba, o Toninho. Na matriz, em Higienópolis, são vendidas mais de 1000 unidades por semana.

+ Dez lugares para comer fillé à parmigiana

Confira abaixo mais detalhes sobre esta e outras quatro versões da pedida.

Nico Pasta & Basta

Nico Pasta & Basta

■ Jardim de Napoli: conhecido como “a casa do polpettone”, o endereço serve a receita recheada de mussarela e umedecido por molho de tomate (R$ 60,00). Ela foi criada em 1970 por Antonio Buonerba, dono do restaurante, que queria aproveitar as aparas de um campeão de pedidos na época, o filé à parmigiana. 

■ Nico Pasta & Basta: no bonito restaurante do Ipiranga, é possível pedir o bolo de carne moída recheado de parmesão (R$ 59,00). Vem na companhia de pappardelle banhado por um sugo levemente picante.

■ Roperto: nesta cantina do Bixiga, o prato tem até apelido: ropertone. Frita e empanada, a almôndegona plana de carne é recheada de mussarela (R$ 66,00 o grande e R$ 44,00 o individual).

■ Trattoria: não há como ficar indiferente ao polpettone como se faz em Nápoles (R$ 78,00), preparado com a categoria da grife Fasano. Assado em vez de frito, chega preenchido de mussarela de búfala e mergulhado em molho de tomate. De tão macio, dá para ser saboreado com uma colher. 

Trattoria

Trattoria

■ Vecchio Torino: embora seja conhecida pelo excelente nhoque (R$ 88,00), a casa quatro-estrelas do chef italiano Giuseppe La Rosa também tem outra pedida das boas: o polpettone alto e macio na companhia de espaguete fresco grosso temperado com o clássico sugo (R$ 96,00).

+ Blog do Lorençato: aprenda a fazer polpettone em casa

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s