Jiló do Periquito toma o lugar do Aconchego Carioca

Casa é tocada pelos mesmos sócios que cuidavam da filial paulistana do bar nascido no Rio

Como contei aqui no Notas Etílicas, o Aconchego Carioca não existe mais em São Paulo. A sócia e fundadora Kátia Barbosa saiu da sociedade da filial, enquanto os sócios da capital paulista, Edu Passarelli e André Clemente, resolveram montar outro bar no lugar.

Durante o pouco mais de um mês de transição, o espaço continuou a funcionar sem nome. Mas a dupla de sócios já definiu a nova alcunha do bar:  Jiló do Periquito.

O espaço foi mudado de leve — ganhou, por exemplo, um painel engraçadinho de uma ave tomando negroni –, mas ainda lembra muito o do Aconchego.

Espere no cardápios a simplicidade: caldinho de feijão, estrogonofe, salgadinhos como coxinha e empada de jeitão caseiro. Sim, haverá uma boa seleção de cervejas — especialidade de Edu –, mas o lugar também vai apostar em gins-tônicas, cachaças e até em drinques engarrafados.

Para fazer jus ao curioso nome do bar, os sócios prometem petiscos e uma salada com jiló, essa delícia vegetal cheia de inimigos.

Tem algum bar legal para indicar? Comente abaixo ou mande uma mensagem (saulo.yassuda@abril.com.br). Siga as novidades do blog no Instagram (@sauloy).

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Eduardo Passarelli

    Muito legal, Saulo! Te espero para tomar uma cerveja. Um abraço, Edu