Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Vídeo mostra reação de cientistas ao saber da eficácia da CoronaVac

Equipe do Instituto Butantan aplaudiu o anuncio de 78% de eficácia da vacina, feita em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 7 jan 2021, 18h06 - Publicado em 7 jan 2021, 18h03

O Instituto Butantan divulgou um vídeo nesta quinta-feira (7) mostrando a reação dos diretores ao receber o anuncio da taxa de eficácia da CoronaVac. A reunião da equipe foi feita na noite da última quarta-feira (6). Nas imagens, ao receberem as informações sobre a eficácia de 78% da vacina, os integrantes comemoram os dados, aplaudindo e dando gritos de alegria.

“Agora eu tenho um resumo dos dados. Depois eles entregam os dados completos. Então, para casos leves que precisam de algum tipo de ajuda, seja porque precisam de ajuda médica ou medicação, a eficácia foi 77,96%, com intervalo de confiança inferior de 49,15 e superior de 90,44. Para casos de internação hospitalar, 100% eficaz. Temos uma vacina. Valeu todo o esforço”, diz Ricardo Palácios, diretor de ensaios clínicos do Butantan.

O percentual se aplica à prevenção de casos leves da doença. O imunizante  garantiu proteção total contra mortes, casos graves e internações nos voluntários vacinados que contraíram o vírus.

O diretor-geral do Butantan, Dimas Covas, também se pronunciou sobre a notícia em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (7).

“Com esses resultados, nós temos certeza que temos uma boa vacina. Uma vacina que vai ajudar a sobreviver, nesse primeiro momento, a essa terrível pandemia. E quem sabe, em um segundo momento, ajudar a nos livrarmos dessa situação difícil em definitivo… Vamos em frente, porque temos muito trabalho pela frente, agora mais do que nunca, para fazer essa vacina chegar ao braço dos brasileiros. É o que nós queremos. É o que nós vamos fazer”, disse.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade