Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Saúde negocia compra de 220 milhões de doses de vacinas para reforço

Imunizantes em negociação são da Pfizer e AstraZeneca e serão utilizados em 2022

Por Redação VEJA São Paulo 21 nov 2021, 14h09

O Ministério da Saúde negocia a compra de 220 milhões de doses de vacina contra a Covid-19. A intenção da pasta é utilizá-las para reforçar a imunidade contra a doença ao longo de 2022.

Os imunizantes que fazem parte da negociação são da Pfizer (100 milhões) e AstraZeneca (120 milhões). Há, ainda, a possibilidade de ampliar a compra para mais 50 milhões de vacinas da Pfizer e 60 milhões da AZ.

Segundo dados da própria pasta, as novas doses se juntarão a outras 134 milhões remanescentes deste ano, que serão utilizadas no ano que vem. Sendo assim, o número total de vacinas para 2022 pode chegar a 330 milhões.

Continua após a publicidade

Publicidade