Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Edição 2020 da Oktoberfest de Munique é cancelada por causa da Covid-19

A prefeitura de Munique e da região da Baviera, no sul da Alemanha, concordaram em "julgar que os riscos são simplesmente altos demais"

Por Redação VEJA São Paulo 21 abr 2020, 10h42

Oktoberfest 2020, planejada para 19 de setembro a 4 de outubro, foi oficialmente cancelada nesta terça-feira (21) devido à pandemia do novo coronavírus. A prefeitura de Munique e da região da Baviera, no sul da Alemanha, concordaram em “julgar que os riscos são simplesmente altos demais”, com mais de 6 milhões de visitantes esperados, incluindo um terço do exterior, indicou o chefe de governo do Estado da Baviera, Markus Söder. A festa gera mais de 1 bilhão de euros para a cidade.

A Alemanha iniciou nesta segunda-feira (20) uma saída cautelosa do isolamento social no país, com a reabertura de parte do comércio. Lojas com menos de 800 metros quadrados, concessionárias e livrarias voltaram a funcionar. O mesmo acontecer com as escolas do país, que retornam para o ano letivo no dia 4 de maio.

Nesta terça, o Instituto Robert Koch confirmou 194 novas mortes na Alemanha, elevando o número para 4 598. O número de casos confirmados saltou 1 785, indo para 143 457.

Outro evento tradicional foi cancelado por causa da pandemia do novo coronavírus: a Festa de São Firmino, que acontece em Pamplona, na Espanha, em julho. Na celebração, milhares de pessoas vão às ruas para acompanhar a famosa corrida de touros pelas ruas da cidade, entre outras atividades. O país europeu registrou um leve aumento no número de mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, com 430 óbitos, segundo o boletim divulgado pelo Ministério da Saúde. Hoje, o país totaliza 21 282 falecimentos e mais de 204 000 casos de contágios.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade