Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Covid: taxa de ocupação de UTI na rede particular em SP chega a 84%

Levantamento diz ainda que houve aumento de 79% nas internações nos últimos quinze dias

Por Redação VEJA São Paulo 30 nov 2020, 16h52

No estado de São Paulo, hospitais particulares já registram 84% de taxa média de internações na UTI por causa da Covid-19. O levantamento, divulgado nesta segunda-feira (30), foi feito pelo Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo (SindHosp).

A pesquisa diz que a rede teve um aumento de 79% nas internações nos últimos quinze dias. Os dados foram coletados entre os dias 23 e 26 de novembro com base em dados de 83 hospitais dos 17 departamentos regionais de saúde do estado.

A situação é parecida na rede municipal e na região metropolitana. Nos dez primeiros dias de novembro, a cidade de São Paulo tinha cerca de um terço de leitos ocupados, taxa que foi subindo ao longo do mês até chegar a quase metade da ocupação. Em São Bernardo do Campo, a prefeitura decidiu endurecer a quarentena a partir desta segunda após a taxa de ocupação dos leitos chegar a 70%.

Nesta segunda-feira (30), o governador João Doria anunciou que todo o estado voltará para a Fase Amarela do Plano de Flexibilização.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade