Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Morre Reynaldo Rayol, cantor e irmão de Agnaldo Rayol, vítima da Covid-19

O artista começou a carreira nos anos 1950 e foi um dos ídolos da Jovem Guarda

Por Redação VEJA São Paulo 16 jun 2021, 15h32

O cantor Reynaldo Rayol, um dos ídolos da Jovem Guarda, morreu aos 76 anos vítima da Covid-19 na última terça-feira (15). A informação foi confirmada pelo Instituto FUNJOR e pelo irmão dele, Agnaldo Rayol

“É com muita tristeza que o Instituto FUNJOR comunica o falecimento do cantor associado Reynaldo Rayol, que sempre teve um carinho especial com as ações da nossa entidade. Ele era um grande amigo do nosso patrono e deixa uma importante obra artística”, diz a publicação.

“Luto. Para alguns momentos na vida não há palavras. Reynaldo, nossas histórias estarão pra sempre na minha memória. Descanse em paz, meu irmão. Que Deus, em sua infinita bondade, conforte o coração de todos nós. Mais uma vida perdida pra esse vírus”, escreveu Agnaldo Rayol.

Reynaldo começou a carreira como cantor muito jovem na década de 1950 e participou da primeira edição do programa Jovem Guarda ao lado de grandes nomes da música brasileira, como Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderlea.

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade