Clique e assine por apenas 5,90/mês

Vulcano

(Desde 2019)

Tipos de Restaurantes: Italianos

VejaSP:

Endereço: Rua Oscar Freire, 600 - Jardim Paulista - São Paulo - SP ver no mapa

Telefone: (11) 25740545

Horário:

segunda-feira 12:00 - 23:00

terça-feira 12:00 - 00:00

quarta-feira 12:00 - 00:00

quinta-feira 12:00 - 00:00

sexta-feira 12:00 - 01:00

sábado 12:00 - 01:00

domingo 12:00 - 23:00

Faixa de preço: De R$176,00 a R$300,00

Informações adicionais: Acesso para deficientes, Lugares/Capacidade total (100)

Resenha por Arnaldo Lorençato

O cardápio traz pratos em que brilham os vegetais, o azeite, os frutos do mar e carnes como o cordeiro. Assim que chegam ao bonito restaurante, dividido em dois pavimentos, os clientes são recebidos com uma porção de grão-de-bico frito, uma deliciosa cortesia. Assadas na hora de servir, há caprichadas focaccias como a de figo, queijo de cabra e mel (R$ 38,00). O capítulo das massas traz o orecchiette ao cremoso pesto de pistache (R$ 54,00) e um espaguete de uma simplicidade encantadora, preparado apenas com tomate, amêndoa e pimenta-vermelha seca (R$ 48,00). Na companhia de uma rama de tomates tostados no fogo, o carré de porco chega rosado por dentro e sumarento (R$ 70,00). Ainda melhor é o coelho assado e acompanhado de cuscuz marroquino (R$ 76,00). Embora não seja tão boa quanto as que experimentei na sicília, a cassata (R$ 36,00), sobremesa rara na cidade, merece ser provada. Como na versão original, leva pão de ló, que deveria ser mais leve, recheio de ricota com chocolate e frutas glaceadas sob uma capa de marzipã de pistache. Ponto extra para o Vulcano é o serviço de vinhos, conduzido pelo sommelier Wagner Moraes.

Informações checadas em setembro de 2019.

    VULCANO AMPLIADO

    O Vulcano tem receitas recém-chegadas ao cardápio. A chef Mariana Camargo Fonseca, que acaba de deixar a sociedade, acaba de acrescentar uma massa deliciosa: o ravióli roxo de beterraba recheado de queijo cremoso com manjerona e lâminas de alcachofra (R$ 38,00). Aos sábados e domingos, é possível pedir a lasanha feita pelo masseiro Tutti. As lâminas de massa são entremeadas de ragu de linguiça com creme de parmesão e amêndoa, tudo salpicado de mollica, a farinha de rosca (R$ 70,00). Duas saladas também estão entre as ofertas. A italiana (radicchio, alface-romana, lascas de parmesão, azeitona, cebola-roxa e tomate-cereja) derrapa no excesso de maionese de orégano, usada para banhar as folhas. Melhor ficar com a que leva o nome da casa e combina melão, presunto cru, rúcula, queijo de cabra e amêndoa tostada. Ambas custam R$ 35,00. 

    Informações checadas em março de 2020.

    O cardápio traz pratos em que brilham os vegetais, o azeite, os frutos do mar e carnes como o cordeiro. Assim que chegam ao bonito restaurante, dividido em dois pavimentos, os clientes são recebidos com uma porção de grão-de-bico frito, uma deliciosa cortesia. Assadas na hora de servir, há caprichadas focaccias como a de figo, queijo de cabra e mel (R$ 38,00). O capítulo das massas traz o orecchiette ao cremoso pesto de pistache (R$ 54,00) e um espaguete de uma simplicidade encantadora, preparado apenas com tomate, amêndoa e pimenta-vermelha seca (R$ 48,00). Na companhia de uma rama de tomates tostados no fogo, o carré de porco chega rosado por dentro e sumarento (R$ 70,00). Ainda melhor é o coelho assado e acompanhado de cuscuz marroquino (R$ 76,00). Embora não seja tão boa quanto as que experimentei na sicília, a cassata (R$ 36,00), sobremesa rara na cidade, merece ser provada. Como na versão original, leva pão de ló, que deveria ser mais leve, recheio de ricota com chocolate e frutas glaceadas sob uma capa de marzipã de pistache. Ponto extra para o Vulcano é o serviço de vinhos, conduzido pelo sommelier Wagner Moraes.

    Informações checadas em setembro de 2019.