Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Parô

(Desde 2020)

Tipos de Bares:

VejaSP:

Endereço: Avenida Lavandisca, 717 - Moema - São Paulo - SP ver no mapa

Telefone: (11) 50529094 / (11) 951510685

Site: botecoparo.com.br

Horário:

segunda-feira - Fechado

terça-feira 11:45 - 21:00

quarta-feira 11:45 - 21:00

quinta-feira 11:45 - 21:00

sexta-feira 11:45 - 21:00

sábado 11:45 - 21:00

domingo 11:45 - 21:00

Informações adicionais: Entrega em domicílio (botecoparo.com.br), Lugares/Capacidade total (150)

Resenha por Saulo Yassuda

Pendurados no teto, uma canoa e dois balanços decoram o Parô, baraberto em setembro pelo ex-jogador de basquete Fernando Fischer com um grupo de sócios. Os fregueses mal reparam nos adornos. Parecem só ter olhos para o deque, espaçoso e arejado, fincado na esquina da Avenida Lavandisca com a Alameda dos Arapanés, onde já tiveram sede os extintos Tony Roma’s e o bar Ludovina. É agradável sentar ali enquanto se beberica. As cervejas e chopes são todos da Ambev, caso do Colorado Ribeirão Lager, que desce da torneira para o copo de 300 mililitros (R$ 12,50). Os drinques têm um quê de criatividade, como o gim-tônica com toque de maracujá e beterraba (R$ 32,90, com Tanqueray). Até dá certo, mas poderia ter apresentação mais cuidadosa — a fatia da hortaliça, coitada, escorregava para o fundo da taça e desaparecia. Vale se distrair com o bolinho de pernil, carnudo e crocante, com uma pimenta-biquinho no interior (R$ 19,90, seis unidades), ao lado de aïoli. Para mais sustança, o bom picadinho (R$ 42,90) ganha a parceria de ovo frito, arroz, feijão e farofa de farinha japonesa panko (uma versão de mandioca ou de milho mais molhadinha deixaria o resultado ainda melhor). Um alerta: aos sábados, às 17h, a calmaria reinante nos outros dias é quebrada pela música ao vivo.

Informações checadas no mês de junho de 2021. 

    Pendurados no teto, uma canoa e dois balanços decoram o Parô, baraberto em setembro pelo ex-jogador de basquete Fernando Fischer com um grupo de sócios. Os fregueses mal reparam nos adornos. Parecem só ter olhos para o deque, espaçoso e arejado, fincado na esquina da Avenida Lavandisca com a Alameda dos Arapanés, onde já tiveram sede os extintos Tony Roma’s e o bar Ludovina. É agradável sentar ali enquanto se beberica. As cervejas e chopes são todos da Ambev, caso do Colorado Ribeirão Lager, que desce da torneira para o copo de 300 mililitros (R$ 12,50). Os drinques têm um quê de criatividade, como o gim-tônica com toque de maracujá e beterraba (R$ 32,90, com Tanqueray). Até dá certo, mas poderia ter apresentação mais cuidadosa — a fatia da hortaliça, coitada, escorregava para o fundo da taça e desaparecia. Vale se distrair com o bolinho de pernil, carnudo e crocante, com uma pimenta-biquinho no interior (R$ 19,90, seis unidades), ao lado de aïoli. Para mais sustança, o bom picadinho (R$ 42,90) ganha a parceria de ovo frito, arroz, feijão e farofa de farinha japonesa panko (uma versão de mandioca ou de milho mais molhadinha deixaria o resultado ainda melhor). Um alerta: aos sábados, às 17h, a calmaria reinante nos outros dias é quebrada pela música ao vivo.

    Informações checadas no mês de junho de 2021.