Clique e assine por apenas 6,90/mês

Fasano

(Desde 1990)

Tipos de Restaurantes: Italianos

VejaSP:

Endereço: Rua Vitório Fasano, 88 - (Hotel Fasano) - Jardim Paulista - São Paulo - SP ver no mapa

Telefone: (11) 30624000 / (11) 38964000

Horário:

segunda-feira 19:00 - 22:00

terça-feira 19:00 - 22:00

quarta-feira 19:00 - 22:00

quinta-feira 19:00 - 22:00

sexta-feira 19:00 - 22:00

sábado 19:00 - 22:00

domingo 19:00 - 22:00

Faixa de preço: A partir de R$301,00

Informações adicionais: Entrega em domicílio, Acesso para deficientes, Lugares/Capacidade total (80), Levar vinhos (permite) (R$ 140,00)

Resenha por Arnaldo Lorençato

Mais mítico dos restaurantes italianos do Brasil, o Fasano tem uma centenária história com pequenas interrupções ao longo dos anos. O embrião do estabelecimento atual, que surgiu em 1990 e está às vésperas de completar três décadas, foi a extinta casa da Rua Amauri, conhecida por seus contemporâneos como Fasaninho. Foi nesse endereço que Rogério Fasano, escolhido a personalidade gastronômica do ano, deu os primeiros passos para se tornar um grande restaurateur.
Sob a orientação segura do empresário, atualmente trabalha uma equipe afinada, tanto no salão quanto na cozinha. É nos bastidores e longe dos olhos do público que o chef Luca Gozzani segue o receituário clássico com devoção mas tomando algumas liberdades. A habilidade criativa do cozinheiro aflora em sugestões como a vieira fatiada com suco de beterraba, torrada crocante e creme de queijo de cabra, presente no menu degustação (R$ 360,00). Na companhia de uma polenta de cremosidade ideal,
o duo de coxa e sobrecoxa de pato tem pele dourada e crocante que protege a carne macia e rica em sabor (R$ 182,00). Ainda melhor, o leitãozinho enrolado em uma pururuca divide o prato com feijão branco superperfumado com ervas (R$ 190,00).

Informações checadas entre o meses de agosto e outubro de 2019.

 

    Endereço número 1 da gastronomia italiana em São Paulo, o Fasano voltou a servir jantares no charmoso salão, que tem teto quase totalmente retrátil. Além de algumas receitas autorais criadas pelo chef Luca Gozzani, o cardápio apresenta um compilado clássico do país peninsular. Entre as opções salgadas, há uma única pedida francesa que tem uma justificativa e tanto: o filé-mignon à rossini (R$ 238,00), com duas iguarias — trufas negras e foie gras — foi criado a pedido do compositor de ópera Gioacchino Rossini no lendário Café Anglais em plena Paris do século 19.

    Informação checada no mês de setembro de 2020.

    Mais mítico dos restaurantes italianos do Brasil, o Fasano tem uma centenária história com pequenas interrupções ao longo dos anos. O embrião do estabelecimento atual, que surgiu em 1990 e está às vésperas de completar três décadas, foi a extinta casa da Rua Amauri, conhecida por seus contemporâneos como Fasaninho. Foi nesse endereço que Rogério Fasano, escolhido a personalidade gastronômica do ano, deu os primeiros passos para se tornar um grande restaurateur.
    Sob a orientação segura do empresário, atualmente trabalha uma equipe afinada, tanto no salão quanto na cozinha. É nos bastidores e longe dos olhos do público que o chef Luca Gozzani segue o receituário clássico com devoção mas tomando algumas liberdades. A habilidade criativa do cozinheiro aflora em sugestões como a vieira fatiada com suco de beterraba, torrada crocante e creme de queijo de cabra, presente no menu degustação (R$ 360,00). Na companhia de uma polenta de cremosidade ideal,
    o duo de coxa e sobrecoxa de pato tem pele dourada e crocante que protege a carne macia e rica em sabor (R$ 182,00). Ainda melhor, o leitãozinho enrolado em uma pururuca divide o prato com feijão branco superperfumado com ervas (R$ 190,00).

    Informações checadas entre o meses de agosto e outubro de 2019.