Casa Garabed (Desde 1951)

Tipos de Restaurantes: Armênios
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Rua José Margarido, 216 - Santana - São Paulo - SP ver no mapa
Telefone: (11) 2671810(11) 26711831
Horário:
segunda-feira
Fechado
terça-feira
Fechado
quarta-feira
12:00 - 21:00
quinta-feira
12:00 - 21:00
sexta-feira
12:00 - 21:00
sábado
12:00 - 21:00
domingo
12:00 - 21:00
monetization_on

Faixa de preço

De R$111,00 a R$165,00

payment

Formas de pagamento

Cartões de crédito: Visa, Mastercard, Diners e American Express
Cartões de débito: Visa Electron, Rede Shop e Maestro

check_circle

Informações adicionais

Entrega em domicílio ((11) 29762750 | (11) 29793943), Lugares/Capacidade total (80), Levar vinhos (permite) (R$ 25,00)

Resenha por Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

Deliciosamente douradas no forno a lenha, as esfihas, servidas nesta casa simples e com jeitão de residência, estão entre as melhores da cidade. Três dicas? Vá na aberta de cordeiro com pinhole (R$ 14,20) e na fechada de verdura (R$ 11,00), além da tradicional de carne bovina (R$ 8,40 aberta ou fechada). A refeição pode ficar completa com o homus decorado com grão-de-bico frito e crocante (R$ 46,30) e o charutinho de repolho ou folha de uva acompanhado de coalhada (R$ 63,80 a porção), que brilham menos que os salgados.

Informações checadas entre julho e setembro de 2018.

    Comer e beber

    • 2018 - Participante

      Restaurantes Armênios Comer & Beber .

      Deliciosamente douradas no forno a lenha, as esfihas, servidas nesta casa simples e com jeitão de residência, estão entre as melhores da cidade. Três dicas? Vá na aberta de cordeiro com pinhole (R$ 14,20) e na fechada de verdura (R$ 11,00), além da tradicional de carne bovina (R$ 8,40 aberta ou fechada). A refeição pode ficar completa com o homus decorado com grão-de-bico frito e crocante (R$ 46,30) e o charutinho de repolho ou folha de uva acompanhado de coalhada (R$ 63,80 a porção), que brilham menos que os salgados. (Informações checadas entre julho e setembro de 2018).

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2017 - Participante

      Restaurantes Armênios Comer & Beber .

      Esfihas quentinhas, saborosas e de massa bronzeada no forno a lenha são o grande chamariz. A de carne (R$ 8,20, aberta ou fechada) tem saída garantida, assim como a fechada de escarola (R$ 10,70) e a fechada de mussarela (R$ 10,15). Se preferir uma refeição completa, a abobrinha recheada de arroz e carne moída pode ser pedida em trio (R$ 38,50). (Preços checados em setembro/outubro de 2017.)

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2016 - Participante

      Restaurantes armênio Comer & Beber .

      A casa fica meio escondida numa ladeira residencial da Zona Norte e serve algumas das melhores esfihas da cidade. No espaço todo recortado, circulam os salgados de massa deliciosamente tostada no forno a lenha. Merecem ser pedidas as versões fechadas de carne (R$ 7,80) e escarola (R$10,70) e a aberta de zátar (R$ 9,70). Para uma refeição mais consistente, vá de diki kebab (R$ 59,00), espeto de cubos de filé-mignon assados e intercalados com cebola, tomate e pimentão. Os sorvetes bem docinhos como o de doce de leite (R$ 8,70,100 gramas) são de produção própria. (Preços checados em setembro/outubro de 2016.)

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2015 - Participante

      Restaurantes armênio Comer & Beber .

      Com um período de interrupção entre 1972 e 1980, o forno a lenha é aceso desde 1951 nesta casa simples, de fachada camuflada no meio de residências. Nas chamas alimentadas por eucalipto se assam esfihas abertas e fechadas de massa fina até ficarem bronzeadas. Longe de serem baratas — os preços variam de R$ 7,45 a R$ 12,70 a unidade —, elas integram a lista de melhores da cidade. Entre os sabores figura a tradicional de carne, que pode ganhar toque salgadinho se você pedir o acréscimo de lascas de bastrmá, a carne-seca típica. A de cordeiro, pinhole e hortelã surpreende pelo equilíbrio no tempero, assim como a fechada de mussarela, cebola na manteiga e tomate seco, que pecou pelo excesso de líquido. Também merece ser pedido o quibe frito na hora (R$ 11,20), sequinho e sem miséria de pinhole. Se quiser uma refeição completa, vá de abobrinha bem molinha recheada de arroz e carne moída (R$ 36,00, três unidades), sem molho de tomate. Tome cuidado com o chamado creme do céu (R$ 12,00). Feito com leite condensado e creme de leite, a sobremesa coberta por purê de tâmaras é uma overdose de glicose. (Preços checados em setembro/outubro de 2015).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2014 - Participante

      Restaurantes armênio Comer & Beber .

      Mantém o forno original da época de inauguração em funcionamento. O aparato de respeitáveis 25 metros quadrados alimentado com eucalipto fica no fundo do salão, que é dividido em múltiplas salinhas, ainda configurado como se fosse uma residência. De massa fina e preços salgadinhos, as esfihas aparecem com coberturas bem abrasileiradas, como a de frango com catupiry (R$ 8,45), e outras que não negam a linha armênia da casa, entre elas a de carne moída e bastrmá (carne bovina seca de sabor bem marcante; R$ 10,20) e zátar (R$ 8,45). Se quiser optar só por salgados, peça o quibe frito com pinhole (R$ 10,20) e a esfiha fechada de pernil de cordeiro com hortelã (R$ 11,45). Mas há também pratos. De nome curioso, o diki kebab mudjecteré (R$ 54,60) compõe-se de espetinhos de filé-mignon intercalados com tomate, cebola e pimentões acompanhado de arroz com lentilha, pinhole e salada de alface, tomate, picles e azeitona chilena. (Preços checados em setembro/outubro de 2014).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2012 - Participante

      Restaurantes armênios Comer & Beber .

      O salão dividido em diversos ambientes tem um quê de improvisado, e o preço das esfihas assadas na hora no forno a lenha está longe de ser baixo. Mas os tais salgados estão entre os melhores da cidade. Na versão aberta, não deixe de provar as de carne tradicional e as acrescidas de bastrmá (carne bovina seca). Também faz bonito a de pernil de cordeiro, pinhole e hortelã fresca. Das fechadas, invista na de queijo e cebola na manteiga. Acompanhe com a salada soirlmé, de polpa de berinjela, tomate, cebola e salsa mais seis unidades de pão sírio.

      Veja SP

    • 2011 - Participante

      Restaurantes armênios Comer & Beber .

      Estabelecimento faz parte da edição Comer & Beber 2011/2012

      Veja SP

    • 2010 - Participante

      Restaurantes armênios Comer & Beber .

      Estabelecimento faz parte da edição Comer & Beber 2010/2011

      Veja SP

    Comentários
    Deixe um comentário

    Olá,

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

    Foto do Google

    Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

    Conectando a %s