Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Animus

(Desde 2019)

Tipos de Restaurantes: Variados

VejaSP:

Endereço: Rua Vupabussu, 347 - Pinheiros - São Paulo - SP ver no mapa

Telefone: (11) 23717981

Horário:

segunda-feira 12:00 - 15:00

terça-feira 12:00 - 15:00

quarta-feira 12:00 - 15:00

quinta-feira 12:00 - 15:00 - 19:30 - 22:00

sexta-feira 12:00 - 15:00 - 19:30 - 22:00

sábado 12:00 - 17:00 - 19:30 - 22:00

domingo 12:00 - 17:00

Informações adicionais: Lugares/Capacidade total (40 lugares)

Resenha por Arnaldo Lorençato

A chef Giovanna Grossi tem tudo para brilhar como um dos expoentes da nova geração de cozinheiros com menos de 30 anos. Paulista de Jaú criada em Maceió, ela se radicou em São Paulo para montar o Animus em 2019 depois de estagiar em restaurantes como o Arc en Ciel, Quique Dacosta e Geranium, respectivamente em Lyon, Dénia e Copenhague. A melhor maneira de conhecer o trabalho desenvolvido pela jovem de 29 anos é a degustação em oito etapas com algumas receitas do cardápio regular a R$ 145,00 (os preços dos itens à la carte estão entre parênteses). Ao mesmo tempo que esse menu concentra méritos da cozinheira, também aponta alguns problemas. O maior deles está na repetição de ingredientes, além de porções grandalhonas. Depois de um acerto como o duo de lula e camarão com cuscuz de farinha de mandioca do Uarini hidratada com tucupi e acréscimo de pimenta-de- cheiro (R$ 30,00) vem logo em seguida o polvo com camarão (olha ele aí de novo) junto de purê de batata-doce e calda de laranja e fios da fruta confit, que carrega a combinação com excesso de doçura (R$ 35,00). As raspas de laranja também aparecem em excesso na massinha spätzle com gema defumada, cogumelos, florzinha de brócolis e molho de cerveja preta acrescentado na mesa (R$ 30,00). Merece atenção especial o arroz cremoso de costela com farofinha de ervas, coulis de pitanga e alecrim (R$ 29,00). Deleite ao final do pequeno banquete, a panacota de caramelo de desenho sinuoso leva recheio de compota de maçã e pitanga mais crocante de especiarias (R$ 22,00). Tem sistema de retiradas e delivery.

Informações checadas em janeiro de 2021.

    A chef Giovanna Grossi tem tudo para brilhar como um dos expoentes da nova geração de cozinheiros com menos de 30 anos. Paulista de Jaú criada em Maceió, ela se radicou em São Paulo para montar o Animus em 2019 depois de estagiar em restaurantes como o Arc en Ciel, Quique Dacosta e Geranium, respectivamente em Lyon, Dénia e Copenhague. A melhor maneira de conhecer o trabalho desenvolvido pela jovem de 29 anos é a degustação em oito etapas com algumas receitas do cardápio regular a R$ 145,00 (os preços dos itens à la carte estão entre parênteses). Ao mesmo tempo que esse menu concentra méritos da cozinheira, também aponta alguns problemas. O maior deles está na repetição de ingredientes, além de porções grandalhonas. Depois de um acerto como o duo de lula e camarão com cuscuz de farinha de mandioca do Uarini hidratada com tucupi e acréscimo de pimenta-de- cheiro (R$ 30,00) vem logo em seguida o polvo com camarão (olha ele aí de novo) junto de purê de batata-doce e calda de laranja e fios da fruta confit, que carrega a combinação com excesso de doçura (R$ 35,00). As raspas de laranja também aparecem em excesso na massinha spätzle com gema defumada, cogumelos, florzinha de brócolis e molho de cerveja preta acrescentado na mesa (R$ 30,00). Merece atenção especial o arroz cremoso de costela com farofinha de ervas, coulis de pitanga e alecrim (R$ 29,00). Deleite ao final do pequeno banquete, a panacota de caramelo de desenho sinuoso leva recheio de compota de maçã e pitanga mais crocante de especiarias (R$ 22,00). Tem sistema de retiradas e delivery.

    Informações checadas em janeiro de 2021.