Clique e assine por apenas 5,90/mês

Alyah Sweets

(Desde 2019)

Tipos de Comidinhas: Docerias

VejaSP:

Endereço: Avenida Indianópolis, 1401 - Indianópolis - São Paulo - SP ver no mapa

Telefone: (11) 23712125

Horário:

segunda-feira 08:00 - 23:00

terça-feira 08:00 - 23:00

quarta-feira 08:00 - 23:00

quinta-feira 08:00 - 23:00

sexta-feira 08:00 - 23:00

sábado 08:00 - 23:00

domingo 08:00 - 23:00

Informações adicionais: Acesso para deficientes, Lugares/Capacidade total (40)

Resenha por Gabrielli Menezes

O Alyah Sweets é daqueles lugares difíceis de não ser notados. Desde novembro, funciona numa imponente casa da movimentada avenida Indianópolis. Quem atravessa a porta de vidro depara com um salão amplo e um tanto frio, não só pela decoração sóbria como também pela temperatura — o ar condicionado é daqueles que bombam. Nas vitrines, revezam-se 85 variedades de doces libaneses, mesma origem de dois dos sócios. Parte das boas pedidas é elaborada com massa filo, fininha e folhada. É o caso da baklava (R$ 18,00, 100 gramas). montada numa assadeira e recheada de pistache moído, recebe calda com flor de laranjeira e água de rosas para adoçar e é cortada em pedacinhos retangulares que satisfazem uma vontade repentina de açúcar. Também pequenino, o chamado dedo de noiva tem formato de cilindro e massa delicada envolta em castanha-de-caju triturada com a mesma calda (R$ 16,00, 100 gramas). Enroladinho de macarrão do tipo cabelo de anjo crocante, o burma leva no interior castanha-de-caju (R$ 16,00, 100 gramas) ou pistache (R$ 20,00, 100 gramas). Muitas das opções podem servir para presentear em charmosas latas que comportam até 2 quilos de doces. Para comer de garfo, o mamoul mad lembra um bolo fino de semolina que recebe uma camada de creme de nata (R$ 14,00, 100 gramas). Num espaço anexo, opera um restaurante com pratos árabes.

Informações checadas em fevereiro de 2020.

    O Alyah Sweets é daqueles lugares difíceis de não ser notados. Desde novembro, funciona numa imponente casa da movimentada avenida Indianópolis. Quem atravessa a porta de vidro depara com um salão amplo e um tanto frio, não só pela decoração sóbria como também pela temperatura — o ar condicionado é daqueles que bombam. Nas vitrines, revezam-se 85 variedades de doces libaneses, mesma origem de dois dos sócios. Parte das boas pedidas é elaborada com massa filo, fininha e folhada. É o caso da baklava (R$ 18,00, 100 gramas). montada numa assadeira e recheada de pistache moído, recebe calda com flor de laranjeira e água de rosas para adoçar e é cortada em pedacinhos retangulares que satisfazem uma vontade repentina de açúcar. Também pequenino, o chamado dedo de noiva tem formato de cilindro e massa delicada envolta em castanha-de-caju triturada com a mesma calda (R$ 16,00, 100 gramas). Enroladinho de macarrão do tipo cabelo de anjo crocante, o burma leva no interior castanha-de-caju (R$ 16,00, 100 gramas) ou pistache (R$ 20,00, 100 gramas). Muitas das opções podem servir para presentear em charmosas latas que comportam até 2 quilos de doces. Para comer de garfo, o mamoul mad lembra um bolo fino de semolina que recebe uma camada de creme de nata (R$ 14,00, 100 gramas). Num espaço anexo, opera um restaurante com pratos árabes.

    Informações checadas em fevereiro de 2020.