Continua após publicidade

Youtubers mostram como fazer reparos e reformas em casa

No período da quarentena, esses canais ganharam mais adeptos

Por Juliene Moretti Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 27 Maio 2024, 17h51 - Publicado em 17 jul 2020, 02h01

Fazer uma parede com cimento queimado ou montar uma textura com hexágonos em relevo são missões que todo mundo pode criar e sem pesar no bolso. É o que tenta mostrar uma turma de youtubers que mantém canais de reparos e reformas para a gente mesmo fazer, no estilo DIY, o “faça você mesmo”.

+ Assine a Vejinha a partir de R$ 6,90 mensais

Neste momento em que as pessoas ficam mais tempo em casa, eles veem o acesso a seu conteúdo crescer e até mesmo produções antigas estão ressuscitando. Paulo Biacchi, que passou por programas como o Decora, na GNT, e o É de Casa, da Globo, produz há cinco anos seu canal em paralelo.

(Reprodução/Veja SP)

Ficou impressionado quando notou que as visualizações da sua série de vídeos sobre concreto aumentaram. Na toada, tem opções para fazer em rosa e o marmorizado, gravado em 2017, que, segundo ele, saltou de 200 000 views para mais de 800 000 views na quarentena. Também viu comentários positivos serem postados na dica da parede de cimento queimado, feito com menos de 30 reais e de fácil aplicação. “As pessoas tinham um preconceito com o artesanal, de que era cola quente e papelão, mas conseguimos, sim, fazer produtos bonitos, com os materiais corretos”, afirma.

(Reprodução/Veja SP)

Gui Toledo, do Canal Partiu Alasca, concorda. Ele começou o projeto audiovisual entre 2016 e 2017 com a namorada, Janaína Isabel. Os dois decidiram viajar até o estado americano com uma van, que precisou de reparos no meio do caminho. Tudo foi registrado pelas câmeras. “Nós, brasileiros, temos a autoestima baixa nesse quesito de trabalhos manuais, e eu quero mostrar que a gente pode pôr a mão na massa e realizar”, diz.

Continua após a publicidade
(Reprodução/Veja SP)

As suas produções vão desde repaginações simples, como revestimento de parede de hexágonos com gesso, ao custo de 7 reais por metro quadrado, queridinho dos internautas durante o isolamento, até trabalhos mais elaborados, como o balanço, o rack para TV e, nos mais recentes, um espelho com iluminação de LED para penteadeiras. Com produtos fáceis de conseguir e manusear.

Quem também se surpreendeu com a repercussão de suas criações foi Eduardo Wizard, de 23 anos, morador da cidade de Ortigueira, no Paraná, com pouco mais de 20 000 habitantes. Com seu canal há cinco anos, ele percebeu que chegavam ao seu perfil cerca de 2 000 novas pessoas por dia, desde março, o que levou a 960 000 inscritos. Sua obra favorita é a reforma que fez no quarto da mãe, por 100 reais. Repaginou cômodos da casa da avó, dos tios e dos amigos também, mas não cobra por isso. “Gosto de mostrar que se eu, que moro numa cidade que não tem loja de tinta, consigo fazer uma transformação em um ambiente, qualquer um pode”, explica.

Continua após a publicidade
(Reprodução/Veja SP)

Como ele faz as cores? “Tinta branca e pigmento. Recebo perguntas dos nomes dos tons, mas não tem, fui testando mesmo”, afirma. Na onda, entram também as mulheres, como Maddu Magalhães e Paloma Cipriano, que, além das reformas, explica como fazer reparos do dia a dia, por exemplo, trocar uma tomada de lugar sem quebradeira. “Tudo bem se não ficar perfeito, dá orgulho só de ter conseguido fazer”, diz Toledo. Além disso, muitos têm encarado o “faça você mesmo” como terapia. “É um momento de desconexão: não tem como fazer um furo na madeira e mexer no celular ao mesmo tempo”, garante Biacchi.

KIT DE SOBREVIVÊNCIA

(Reprodução/Veja SP)

Parafusadeira > R$ 99,00, na Americanas.com.br
Jogos de pregos de aço > A partir de R$ 5,80, na Amazon.com.br
Serra Tico-Tico > Para os avançados. R$ 183,50, na Americanas. com.br.

(reprodução/Veja SP)

Jogo de chaves de fenda e Philips > R$ 21,60, na Amazon.com.br
Jogos de parafusos e buchas >A partir de R$ 12,90, na Americanas.com.br

(Reprodução/Veja SP)

Estilete > R$ 1,90, na Americanas.com.br 
Martelo > A partir de R$ 7,90, na Amazon.com.br 

Continua após a publicidade

Preços pesquisados no dia 17 de julho de 2020.

+ OUÇA O PODCAST JORNADA DA CALMA

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.