Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Morre o artista plástico Tunga, aos 64 anos

Vítima de câncer na garganta, ele deixa obras espalhadas pelas mais importantes coleções do mundo

Por Veja São Paulo Atualizado em 1 jun 2017, 16h08 - Publicado em 6 jun 2016, 19h52

Morreu nesta segunda (6), aos 64 anos, o artista Tunga, um dos maiores nomes da arte contemporânea brasileira. Vítima de câncer na garganta, o escultor, desenhista e performer estava internado no Hospital Samaritano do Rio de Janeiro desde 12 de maio. Seu corpo será enterrado nesta terça (7), no Cemitério São João Batista, em Botafogo.

Instalação _True Rouge_, do artista pernambucano Tunga
Instalação _True Rouge_, do artista pernambucano Tunga

O trabalho do artista é marcado por redes, vidros, crânios, pentes gigantes, dentes e ossos que constroem instalações que formam verdadeiras poesias visuais. As esculturas de aço imitam cabelos trançados, em um misto de força e delicadeza.

Suas obras fazem parte de diversas coleções privadas e institucionais no Brasil e no mundo. Com copos, cilindros e garrafas de vidro preenchidas de líquidos coloridos, belas instalações foram também mostradas nas bienais de São Paulo e Veneza e na Documental de Kassel, mostra mais importante do mundo.

Obra Sem Título, de Tunga
Obra Sem Título, de Tunga

Primeiro artista contemporâneo a ter uma obra na coleção do Louvre, em Paris, o artista nascido em Pernambuco despontou nos anos 70, mesma década em que passou a morar no Rio. Seu trabalho dialogava com figuras como Waltércio Caldas, Cildo Meirelles, José Resende, Ronaldo Brito e Arnaldo Antunes.

Em 2012, Tunga ganhou um dos primeiros pavilhões exclusivos do Instituto Inhotim, não só pela relevância da sua carreira, mas por ter sido o maior responsável por aconselhar Bernardo Paz, o proprietário do museu, a investir em arte contemporânea. Assinada por ele, True Rouge foi a primeira a integrar o acervo do local.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês