Clique e assine por apenas 5,90/mês

Traficantes usam nome de vilão do filme John Wick no transporte de cocaína

Eles esconderam a droga em grãos de café e endereçaram a "Santino D'Antonio"

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 18 jul 2020, 19h12 - Publicado em 18 jul 2020, 19h09

A polícia de Florença, na Itália, apreendeu um pacote de café contendo 150 gramas de cocaína. O tráfico estava destinado a “Santino D’Antonio”, mesmo nome do vilão da máfia, interpretado por Riccardo Scamarcio, no filme Um Novo Dia Para Matar, o segundo da franquia John Wick. As informações são do portal TMZ.

Guardia di Firenze/Reprodução

Os traficantes tinham cortado cerca de 500 grãos de café, os encheram com a droga e os envolveram cuidadosamente com fita marrom escura. O que chamou a atenção dos policiais foi justamente o nome do personagem na embalagem. O pacote foi enviado de Medelín, na Colômbia, passou pelo aeroporto italiano Milão-Malpensa e seguiu em destino a uma loja de tabaco em Florença. Os policiais prenderam o homem de 50 anos que esperava a encomenda.

A polícia italiana nomeou a operação “Caffe ‘Scorretto”, que significa “café impróprio”, brincando com o nome da bebida popular do país, o “Caffe corretto” ou “café corrigido”, em português.

 

Continua após a publicidade
Publicidade