Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

O que fazer com o medo, a raiva e a tristeza

Autor do livro 'O Lado Bom do Lado Ruim', o psiquiatra e professor Daniel Barros fala sobre como usar as emoções como alarmes

Por Helena Galante Atualizado em 16 mar 2020, 16h28 - Publicado em 16 mar 2020, 00h10

Alegria todo mundo gosta de sentir. Mas como reagir quando as sensações experimentadas são chamadas de negativas, como o medo, a raiva e a tristeza? Psiquiatra e professor, Daniel Barros é o convidado do episódio #40 do podcast Jornada da Calma para falar sobre seu novo livro, O Lado Bom do Lado Ruim. “Quanto menor a capacidade da pessoa detectar seus próprios estados emocionais, maior a chance de ter depressão”, afirmou Daniel. Na conversa com Helena Galante, ele reforçou a importância de aprender a dar nomes para os estados emocionais.

Longe de fazer uma espécie de apologia ao sofrimento, Daniel fala sobre como podemos aprender a identificar os sinais de que algo está faltando, para então mexer na causa do problema. “As emoções são sinais. Funcionam como os alarmes da UTI. Não adianta desligar o alarme sem identificar o que está causando o problema.” Ele explica ainda como os sentimentos têm papel fundamental na comunicação e como é possível traçar pontos cardeais para navegar pelo conturbado mar das emoções.

Publicidade