Clique e assine por apenas 6,90/mês

O futuro da Vila Olímpia (e da Berrini), com Sérgio Athié

O arquiteto fala sobre as mudanças em edificios corporativos e as transformações nas duas regiões

Por Raul Juste Lores - Atualizado em 22 Jun 2020, 17h41 - Publicado em 23 Jun 2020, 06h00

Sócio-fundador de um dos maiores escritórios de arquitetura do país, o Athié Wonrath, com 800 profissionais (500 deles, arquitetos), Sérgio Athié é o convidado do último episódio do podcast #SPsonha. O arquiteto fala sobre as mudanças que prevê no ambiente de trabalho e nos edifícios corporativos, e sugere diversas transformações à região da Berrini e da Vila Olímpia, onde tem diversas obras. “A Berrini ainda é pouco densa em residências, precisa de mais gente morando ali. Muitos prédios antigos, com lajes pequenas, poderiam ser convertidos em residenciais. O drama é ter 40 proprietários diferentes, herdeiros, e fazer todo mundo embarcar nessa conversão.”

Além de projetar, o escritório ainda constrói e lança edifícios, como incorporador. Também têm desenhado escolas e faculdades, como a nova sede do São Luís, no Ibirapuera, e do Insper, na Vila Olímpia.
Publicidade