Nota 10 em harmonia

Como a parceria entre o Bar Brahma e o Carnaval de São Paulo ajudou na evolução da festa e quais são as atrações programadas para as próximas semanas

O Carnaval de São Paulo e o Bar Brahma nasceram um para o outro. Ou melhor: renasceram. No final dos anos 90, o desfile das escolas de samba no Anhembi parecia ser um evento a caminho da extinção. Carros alegóricos e adereços grosseiros, arquibancadas vazias, sambas ruins, tudo isso espantava o público e deixava os paulistanos mortos de inveja dos desfiles no Rio. As ruas da capital paulista expressavam a mesma melancolia. Como havia pouca coisa interessante para fazer na cidade, muita gente viajava – São Paulo nunca justificou tanto o título de “túmulo do samba.”

Desfile da Vai-Vai: mestre-sala e porta-bandeira, Pingo e Paulinha

Desfile da Vai-Vai: mestre-sala e porta-bandeira, Pingo e Paulinha (Ricardo Matsukawa/Veja SP)

Enquanto isso, o Bar Brahma também enfrentava tempos difíceis. A decadência do centro abatia bares, restaurantes e casas noturnas. Como acontecia com o Carnaval, esse também parecia ser um destino sem volta. Em 1998, o Brahma fechou e os donos passaram um bom tempo sem ter ideia do que fazer com um dos endereços mais tradicionais da cidade.

O cenário começou a mudar no dia 9 de janeiro de 2001, quando o Brahma foi reaberto. Desta vez os sócios tiveram uma ideia diferente: por que não inaugurar um camarote gigante no Sambódromo, repleto de atrações bacanas, e assim levar público para lá? Essas mesmas pessoas seriam estimuladas a visitar o Brahma. Uma atração puxaria a outra, como nas melhores parcerias de samba.

Rosas de Ouro: desfile no Sambódromo do Anhembi.

Rosas de Ouro: desfile no Sambódromo do Anhembi. (Edson Lopes Jr/Veja SP)

No primeiro ano, ainda em 2001, o camarote do Bar Brahma no Anhembi estreou para 800 pessoas. O evento foi crescendo até chegar à capacidade atual de 6 000 pessoas, tornando-se o maior do Brasil. Atrações como Djavan, Jota Quest, Paralamas do Sucesso e Zeca Pagodinho cativaram um público fiel, e o espaço ficou famoso. Desde a primeira edição, o camarote ostenta números impressionantes. Nesse período, 100 000 foliões consumiram 300 000 litros de chope e se divertiram com shows de mais de cinquenta artistas.

Bloco Tô de Bowie: folia na rua em 2016

Bloco Tô de Bowie: folia na rua em 2016 (Ricardo D'Angelo/Veja SP)

Ao mesmo tempo, as escolas de samba de São Paulo melhoraram o nível de suas apresentações. O desfile se profissionalizou, as arquibancadas lotaram, a transmissão pela TV começou a dar audiência. De certa forma, a cidade também reinventaria o seu Carnaval. Os blocos de rua atraíram multidões, e a folia paulistana virou uma festa completa. Com o passar dos anos, o Carnaval da cidade e o Bar Brahma prosperaram juntos – uma verdadeira aula de evolução e harmonia.

Para curtir a festa
Em comemoração aos seus 70 anos, o Bar Brahma preparou uma série de eventos especiais para o carnaval 2018. Confira as principais atrações:

Esquenta
Toda sexta-feira, a partir do dia 15 de dezembro e até o carnaval, o sambista Ivo Meirelles receberá convidados no Bar Brahma, em shows para até 300 pessoas.

Aniversário de São Paulo
A escola de samba Vai-Vai, que no desfile de 2018 homenageará Gilberto Gil, junto com o bloco Expresso 2222, fará uma apresentação histórica na esquina da Avenida Ipiranga com a Avenida São João. O evento terá participação especial de Gilberto Gil.

Ensaio Oficial da Vai-Vai
Nos dias 13, 20 e 27 de janeiro, uma das mais tradicionais escolas de samba da cidade fará ensaios oficiais no Bar Brahma Aeroclube.

Ensaios das escolas e tour na Fábrica do Samba
Às sextas-feiras e sábados de janeiro, vans sairão do Bar Brahma para levar foliões aos ensaios das escolas de samba e à Fábrica do Samba.

Camarote
O espaço para 6 000 pessoas receberá convidados especiais.
Sexta-feira, 9 de fevereiro: Zeca Pagodinho e Gilberto Gil ;
Sábado 10, de fevereiro: Zeca Pagodinho;
Sexta-feira 16 de fevereiro: Alceu Valença e Saulo.

Desfile
O Bar Brahma terá uma ala exclusiva para 200 pessoas no desfile da Vai-Vai.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s