Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Menino de 7 anos vende aviões de papel para comprar celular

História repercutiu nas redes sociais e internautas doaram quatro aparelhos à criança

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 21 mar 2021, 15h29 - Publicado em 21 mar 2021, 15h26

Arthur Ferreira dos Santos, de apenas 7 anos, comoveu a internet após tentar vender aviões de papel em uma praça de Cubatão, em São Paulo, com o objetivo de arrecadar dinheiro para comprar um celular. O evento ocorreu no dia 13 de março, mas só ganhou repercussão na última semana.

A mãe, Marcella Ferreira da Silva, 24, explica que o menino tinha um aparelho, mas deixou o celular cair na maré e oxidou. Como a família não tinha condições financeiras de comprar um novo, Arthur decidiu vender os aviões e saiu de casa sem que mãe o visse.

Ao se dar conta do sumiço do filho, Marcella foi até a praça onde ele costuma brincar. “Quando eu cheguei, ele estava lá, sentado em um banco com os aviões de papel e triste. Falou que estava vendendo os aviões, que o pequeno era dez centavos, o médio era 25 centavos e o grande custava um real”, explicou a jovem em entrevista ao G1. “[…] falei para ele que compraria tudo por três reais, e a gente iria para casa. Ele disse que poderia ser, mas falou que o dinheiro que eu dei não daria para comprar um celular”, continua a mãe.

A foto de Arthur sobre o episódio repercutiu nas redes sociais e internautas doaram dinheiro para que Marcella comprasse o celular. Moradores de Santos, Cubatão e Praia Grande, também doaram celulares ao menino, quatro no total.

“Ele ficou muito feliz, de coração, está muito alegre. Também estou muito feliz, é muito gratificante, eu não esperava receber quatro celulares. Só tenho a agradecer a cada pessoa que se solidarizou com a história do meu filho”, disse. Marcella também conta que doará dois dos eletrônicos a quem também não possui condições de comprar um.

  • +Assine a Vejinha a partir de 6,90 

    Continua após a publicidade
    Publicidade